Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

quarta-feira, 18 de maio de 2016

CAPÍTULO X - SALVAÇÃO TAMBÉM DOS ANIMAIS Livro: Derradeira Chamada – pelo espírito do Irmão Thomé – psicografado por Diamantino Coelho Fernandes.





Sempre que algum planeta habitado tem de ingressar num estágio superior àquele em que se encontra, necessita de receber uma série de transformações como fase preparatória para o próximo desenvolvimento. As Forças Espirituais encarregadas de operar essa transformação, iniciam com bastante antecedência a preparação desse desenvolvimento, para que toda a operação se processe segundo os planos longamente estudados no Alto, abrangendo os mínimos detalhes.

Primordialmente há que atender à população do planeta, prevenindo-a, despertando-a, aconselhando-a, e por fim conduzindo-a aos estágios que lhe forem próprios. E como em todos os planetas habitados há sempre, pelo menos, três categorias espirituais, os trabalhos a elas referentes têm de ser efetuados também em condições adequadas ao entendimento de cada uma.

Em seguida aos cuidados pertinentes à população espiritual, há que atender ao reino animal que existe igualmente em todos os planetas do Universo, cuidados tanto maiores quanto à sua completa consciência, em relação aos acontecimentos peculiares a essa espécie de transformação. E se eu vos disser, meus irmãos, que os seres irracionais são mil vezes mais fáceis de conduzir, do que os humanos, estarei dizendo-vos uma autêntica verdade. Sendo aqueles seres absolutamente interferentes a tudo o que os rodeia, pela condição mesma do seu estágio evolutivo, muito mais fácil nos é conduzi-los a salvamento em quaisquer circunstâncias, do que aos nossos queridos irmãos inteligentes, que são os homens e mulheres da Terra.

Estou adivinhando a admiração que a muitos dos leitores deste livro irá causar o que acabo de referir em relação aos seres componentes do reino animal, pela suposição em que vivem esses leitores de que os animais terminam na morte física toda a sua existência. Não, meus queridos esses pequenos ou grandes seres carnais que além da companhia vos prestam assinalados serviços em vossa vida material, também possuem o seu duplo espiritual em processo evolutivo, se bem que ainda em estado bastante primário, pelo qual todos vós e eu próprio já passamos. Esse é, por assim dizer, o terceiro estágio evolutivo dos Espíritos, ao qual atingiram após cumprirem os que lhes foram próprios nos reinos mineral e vegetal, e chegarão algum dia a esse em que ora vos encontrais, assim como vós outros ainda devereis alcançar estágios que agora não podeis sequer imaginar.

Quando os tempos chegarem e houverdes largado esse pesado fardo de carne que vos serve de veículo na Terra, haveis de ficar surpresos com o encontro de animais que aqui foram alvo do vosso afeto, ou que valiosos serviços vos tenham prestado. Entre esses animais, o cão sobretudo, pela afeição e lealdade que lhe são peculiares é um dos que mais depressa se aproximam daqueles com quem conviveram, prolongando deste modo no Espaço a sua dedicação aos que foram seus amigos na Terra.

Isto posto, quero referir-vos que também os membros do reino animal estão sendo preparados para a próxima transformação deste planeta, e este trabalho ocupa neste momento um grande número de luminosas Entidades. Sua salvação é para Nosso Senhor objeto de igual preocupação e empenho, porque todos eles voltarão a renascer na Terra, em busca, como os humanos, de um novo grau evolutivo.

Se, por conseguinte, os seres irracionais de todas as espécies são assim objeto dos maiores cuidados por parte das Forças do Bem, o que não haveria de acontecer em relação a vós outros, queridos irmãos encarnados, para que nenhum de vós se perca? Certamente que nada e ninguém se perderá na imensidade do Universo, embora possa isto parecer utopia. Não o é, porém, meus queridos. O que, entretanto, constitui a grande preocupação de Nosso Senhor Jesus, é que nenhum ser humano sofra qualquer desvio em sua rota presente, devendo seguir apenas aquela que está sendo indicada a todos os homens e mulheres do presente, quando soar a hora propicia à partida de cada um, da qual todos vós alimentais, a mesma certeza.

Os meios já os conheceis de sobra, porque foram largamente expostos no livro, As Forças do Bem, que circula em vários países vossos vizinhos e até em alguns bastante afastados. Para aqueles que não tiveram ensejo de estudar aquele meu primeiro livro, eu darei aqui em resumo, o que apenas cumpre fazer a partir deste momento e bem pouca coisa é. Recomenda-se a prática da oração e da meditação diária na hora de deitar, entrando cada um em comunicação direta com o Senhor Jesus, agradecendo-lhe de todo o coração a proteção e auxílio recebido nesse dia e pedindo a continuação para o dia seguinte. Isto deve ser feito num estado de absoluto recolhimento, longe de toda perturbação, para que o Espírito daquele que ora, possa aproximar-se do Divino Mestre e ser por Ele afetuosamente recebido. Proceder assim diariamente como um hábito, acarreta para aquele que ora, um alimento espiritual imprescindível à saúde e bem-estar de cada um. Nosso Senhor, em cujo nome venho redigindo estes livros na Terra, apenas espera receber a mensagem mental de seus guiados terrenos, para lhes proporcionar aquilo que na oração solicitarem e até um pouco mais.

Ora bem, meus queridos; conversaremos agora um pouco sobre um assunto ainda pouco conhecido, mas de grande utilidade para quantos quiserem dedicar-se ao seu estudo e desenvolvimento. Quero referir-me ao processo telepático, presentemente em fase da maior utilidade para todos. A telepatia é para nós desencarnados o nosso melhor meio de comunicação e entendimento. Consta este meio de comunicação na Terra, da emissão de ondas mentais na direção da pessoa com a qual desejardes comunicar-vos podendo com o tempo chegardes a alcançar resultados verdadeiramente surpreendentes.

Pessoas existem, embora muito raras, que já obtiveram resultados apreciáveis com a prática da telepatia. Partindo do princípio de que cada ser humano é uma perfeita estação emissora e receptora de mensagens telepáticas, que encontram no éter que envolve a Terra um excelente veículo, bastará ao ser humano querer entrar em comunicação com A ou B para que eles recebam e compreendam sua mensagem. Certamente que um período de exercício se faz necessário, para que duas mentes possam comunicar-se. Precedereis então da maneira seguinte como início de vosso exercício. Acertareis com um, dois ou mesmo três amigos vossos, sentarem-se comodamente em seus lares numa hora aprazada, mas preferivelmente à noite para começar, e iniciarem o exercício seguinte para desenvolverem a mente telepática. Combinareis que um de vós em determinado dia será o emissor da mensagem telepática e os demais funcionarão como aparelho receptor. O primeiro enviará calmamente um, dois ou três assuntos com intervalo de cinco minutos no começo, mantendo o pensamento nos seus companheiros de exercício. Repetirá uma, duas ou mais vezes a sua emissão mental de cada assunto, a fim de obter que os aparelhos receptores possam recebê-los. No exercício seguinte o mesmo se fará em rodízio, para que o processo emissor seja desenvolvido por todos. No dia imediato tratareis de indagar dos vossos companheiros de exercício se receberam vossas mensagens e de que maneira.

Esta é uma forma das mais eficientes de desenvolverdes vossa mente telepática, e eu vos asseguro que se o tentardes com decisão, cedo alcançareis um êxito surpreendente. Com o tempo chegareis a enviar e receber recados-mensagens tão perfeitos como se de viva voz vos fossem transmitidos.

Agora o melhor de todos os resultados: quando regressardes ao mundo espiritual estareis aptos a comunicar-vos pela mente telepática com vossos amigos e conhecidos da Terra, sem necessidade de um longo aprendizado a que atualmente se submetem quantos regressam ao mundo espiritual sem noção de como devem ali comunicar-se com os demais.