Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

sexta-feira, 24 de junho de 2016

CAPÍTULO XV - SOCORRO ESPIRITUAL DE URGÊNCIA– Livro: Derradeira Chamada – pelo espírito do Irmão Thomé – psicografado por Diamantino Coelho Fernandes.





Sempre que o Divino Mestre Jesus intenta dar início a alguma modificação substancial na esfera que o Pai Celestial lhe entregou para governar, e nela processar o aprimoramento espiritual dos milhões de milhões de almas aqui reencarnadas, o Divino Jesus utiliza todos os meios viáveis para dar conhecimento aos seus guiados, das modificações em curso próximo. Isto está justamente acontecendo neste momento, ao aproximarem-se notáveis modificações na esfera terrena, com alguns possíveis transtornos para os seus habitantes.

Sucede entretanto, em todas as leis divinas que regem o Universo infinito, que tudo quanto determinado for pelas Forças Superiores, acontece exclusivamente para o bem de todos. Se, por conseguinte, grandes modificações estão para ser operadas no mundo físico em que viveis, não deveis alimentar nenhuma dúvida de que só o serão para o vosso próprio benefício. Pena é que a circunstância de vos encontrardes mergulhados num corpo de carne, vos impeça de ver o panorama a ser desenrolado por toda a superfície do vosso mundo, assim como facilmente podeis apreciar com alguma antecedência, uma planta urbanística a ser executada em local muitas vezes de bem desagradável aparência. Entra em ação em ambos os casos a técnica da engenharia aprimorada, na operação transformadora do panorama. Assim será pois, o que projetado está no Alto para ser realizado na Terra.

E se desejardes entrar no conhecimento de acontecimentos que tais modificações hão de operar, não tendes mais do que vos entregardes por alguns minutos diários à meditação com tal objetivo, com a certeza que eu vos dou, de poderdes ver com vossos próprios olhos boa parte desses acontecimentos. O que, entretanto, mais deve interessar no momento a todos os Espíritos encarnados, não é certamente o que estará ou não para acontecer neste pequeno mundo em que mais uma vez vos encontrais num corpo humano, mas sim o que devereis fazer sem perda de um minuto, para conseguirdes escapar à portentosa demolição do que por aí existe, para dar lugar a novas construções, pondo-vos a salvo das consequências que isso possa produzir em vosso próprio ambiente.

Já deveis ter observado através das minhas palavras, tanto neste como no livro anterior, que eu faço questão de frisar que vos falo por delegação de Nosso Senhor Jesus e não em meu próprio nome, porque muito pequena é minha valia para tentar dirigir conselhos aos meus queridos irmãos encarnados num mundo que eu próprio palmilhei não sei quantas vezes, sofrendo como vós a influência pejorativa do meio terreno. Nosso Senhor Jesus, porém, seriamente preocupado com a felicidade de todos vós, cujo aprimoramento o Pai Celestial Lhe confiou, é que me determinou descer até vós e grafar estas palavras no papel para que possam ser lidas, relidas e meditadas, visto como existe nelas algo de oculto que só uma segunda ou terceira leitura poderá revelar-vos.

Esse sentido oculto que minhas palavras vos hão de revelar, é provavelmente o que mais vos interessará, precisamente porque se dirige ao Espírito imortal que sois, e não à matéria perecível em que ora vos encontrais. Sim, irmãos meus vossa matéria pertencendo à Terra, maiores cuidados não desperta no Senhor, além da saúde perfeita que todos necessitais de manter enquanto dela fizerdes a vossa habitação atual. Mas o Espírito, esse é que constitui a preocupação constante do Senhor, tanto no passado como no presente, mas principalmente no futuro próximo de todos vós.

Gostaria de poder dizer-vos, ou melhor, de repetir-vos de viva voz tudo quanto pretendo grafar neste papel, para que, impressionando mais fundamente os vossos sentidos físicos, neles gravásseis indelevelmente estas minhas palavras, pelo desejo imenso que me anima de poder ajudar-vos em vossa urgente direção espiritual. Ouvi-me, pois, queridos amigos, com os ouvidos do Espírito! Não subestimeis de maneira alguma o que vos deixo grafado nas páginas deste pequeno volume, porque são conselhos de Nosso Senhor Jesus, que Ele sabe bem o motivo pelo qual vo-los envia. Será porventura porque os tempos são chegados? Mais do que isso queridos irmãos os tempos já passaram e novos tempos se aproximam aceleradamente.

De outro assunto desejo ocupar-me no presente capítulo, assunto que considero bastante proveitoso para todos vós. Aqueles que deliberarem estudá-lo seriamente, grandes e belos frutos hão de colher. Trata-se da prática de outra modalidade psíquica muito fácil de aprender. É a maneira das pessoas dotadas de um pouco de curiosidade e fé, poderem ser úteis aos seus entes queridos e bem assim a qualquer dos seus semelhantes. Num caso de doença, por exemplo, em que alguém se sinta necessitado de socorro médico imediato e este pareça difícil, há um meio muito eficaz que pode ser posto em prática pelo próprio, ou por outrem interessado em socorrê-lo. Partindo do princípio de que para o Alto não existem as distâncias, e que o transporte de um ser invisível tem a rapidez do pensamento, é bastante à pessoa necessitada de socorro, ou a quem desejar socorrê-la, proceder da seguinte maneira: encher um copo d'água e colocá-lo junto a si, ou, no caso de outrem, junte ao doente. Ajoelhar junto ao copo d'água e proferir uma prece ao Senhor Jesus, em palavras suas ou mesmo a conhecida oração do Pai Nosso, terminada a qual pedirá a assistência do Senhor para a pessoa necessitada, ou para si mesma se for o caso. Permaneça quem isto fizer por dois, três ou cinco minutos nessa posição, que nesse período alguém terá chegado e ministrado ao doente os primeiros socorros. No caso do próprio necessitado proceder ao pedido de socorro, e não podendo ajoelhar-se, será bastante colocar junto a si o copo d'água e proferir a oração.

Irmãos meus, este procedimento aparentemente tão simples para vós encarnados, representa para o Alto um chamamento de grande eficiência, porque tem o mérito de ser ouvido por todos os Espíritos de Deus destacados pelo Senhor em todo o mundo, exatamente para esse serviço, e fará aproximar-se do local quem mais perto estiver em condições de prestar o necessário socorro. Esta prática pode ser utilizada também após o tratamento operado pelos médicos da Terra, e servirá para a consolidação e maior rapidez da cura, se a desencarnação não estiver predeterminada no Alto.



Aqui vos deixo, meus queridos irmãos, um ensinamento aparentemente simples para vós, mas bastante eficaz na vida terrena, porque suficiente para salvar a vida em muitos casos de acidente ou mal súbito. Empregai-o sempre que puderdes, e verificareis vós próprios a sua grande utilidade. Povos de outras regiões distantes da vossa, de tal maneira se habituaram a implorar ao Senhor a sua presença e ajuda em circunstâncias especialíssimas, que bem poderei dizer que essa prática é ensinada pelos pais às crianças logo que possam entendê-la, sucedendo haver entrado definitivamente na vida de todos os habitantes dessas regiões. Já deveis ter ouvido falar de pessoas simples que adquiriram o hábito de orar ao Senhor antes de iniciarem suas tarefas diárias, e o fazem com um tal poder de sinceridade e fé, que tudo lhes decorre favoravelmente. Estas pessoas podem ser consideradas Espíritos já bastante evoluídos em nova peregrinação terrena, e mais não fazem que por em prática hábitos que todos nós adotamos no Alto em nossas tarefas de serviço. Nos casos de saúde então, a prece tem o poder de atrair a atenção dos Espíritos do Senhor para o local em que tiver sido proferida. Estes, aproximando-se instantaneamente, encontrarão na água ali presente o fluido magnético de que possam necessitar para socorrer o doente. A água, cuja composição, como sabeis, se constitui de hidrogênio e oxigênio puro, fornece aos Espíritos curadores os elementos necessários para um tratamento de urgência, no caso um autêntico pronto socorro. Passados uns dez ou quinze minutos, podeis despejar a água na pia ou no pé duma planta, elevando ao Senhor um pensamento de gratidão pela graça recebida.