Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

terça-feira, 28 de junho de 2016

CAPÍTULO XVI - O MUNDO DE AMANHÃ – Livro: Derradeira Chamada – pelo espírito do Irmão Thomé – psicografado por Diamantino Coelho Fernandes.





Nosso Senhor Jesus ultima nestes momentos os preparativos há longos, longos anos iniciados no Alto, visando à implantação definitiva no ambiente terreno, das verdadeiras finalidades da vinda ao planeta destes bilhões de almas que o povoam. Estas finalidades dizem respeito à maneira de viver de cada ser humano, objetivando sobretudo a elevação moral indispensável ao meio terreno.

Certamente continuará existindo em toda a Terra a atividade de comércio e indústria, tão necessárias à vida material do planeta. Essa atividade, contudo, será regulada em novos moldes, com o aperfeiçoamento dos atuais, de modo a conferir ao operário industrial como ao servidor do comércio, uma situação mais adequada às suas necessidades espirituais. Emissários do Senhor que estão reencarnando novamente na Terra, são portadores das reformas necessárias aos objetivos aqui apenas delineados.

O mundo de amanhã deverá oferecer ao Espírito encarnado substancial atrativo também no campo das ciências e das artes em geral, com a descoberta de novos e mais refinados processos de trabalho. Na música então, o vosso mundo conhecerá uma infinidade de inovações que produzirão o encantamento das almas sensíveis a esta arte maravilhosa. Na pintura, novos processos e cores nem sequer imaginadas na atualidade, virão enriquecer o campo das artes, executadas por Espíritos de esmerada sensibilidade artística que igualmente estão reencarnando na Terra já nos dias que correm.

O Senhor do Mundo nada esqueceu do que diz respeito ao conforto e bem-estar dos filhos encarnados, para que o século XXI possa iniciar a fase há tanto reclamada pelos Espíritos iluminados, da espiritualização total do planeta dos grandes mares salgados que é este em que ora viveis. Mas as modificações ou reformas abrangerão muitos outros setores especializados das atividades terrenas. No setor da Justiça, por exemplo, tudo está convenientemente preparado para conferir aos encarregados da difícil quão espinhosa missão de julgar, a autoridade necessária e o respectivo preparo para efetuarem julgamentos de consciência, responsabilizando-se eles próprios por seus bons ou maus julgados, não perante os tribunais da Terra, mas perante a Justiça Suprema que é, em última instância, Nosso Senhor Jesus. Necessidade não haverá, em futuro próximo, dos dilatados julgamentos verificados por toda a Terra, em que para uma parte os julgados são inocentes, enquanto para outra parte aparecem como merecedores de castigo ou punição dilatados. Nada disso prevalecerá em futuro próximo, irmãos e amigos meus. A interpretação das leis penais como das cíveis, deixará de constituir um esforço exaustivo do homem, sempre contraditório segundo os interesses em jogo, para se reduzir a um caso unicamente de consciência do julgador e nada mais. Naturalmente serão também aprimorados os processos da preparação ou formação de julgadores, cujos postos, pela responsabilidade que assumem, só poderão vir a ser conferidos a homens ou mulheres de caráter e formação moral irrepreensíveis, dado que suas sentenças passarão a ser proferidas em nome de Nosso Senhor Jesus, e não como atualmente em nome de uma lei que se adapta a todas as conveniências e oportunidades. E ai daquele ou daqueles julgadores que por interesse, conveniência ou desídia, venham a proferir sentenças ou condenações em desacordo com o pensamento e os desejos de Nosso Senhor Jesus, em cujo nome todos os julgamentos deverão ser proferidos. Quer isto dizer meus irmãos e amigos, que novos homens estarão no mundo de amanhã em condições de poderem arcar com essa grande responsabilidade. Mas os haverá em número suficiente, podeis ficar certos disto.

Muitas novidades serão trazidas à Terra, novidades da maior utilidade para todos. Entre elas uma deverá positivar-se bem proximamente. Esta dirá respeito ao vestuário a ser usado por todas as classes, e terá a virtude de tornar a vida mais simples, mais econômica, mais fácil de viver. As modificações que se processam na era presente, já podem ser consideradas como ensaios da moda futura entre homens e mulheres. As modificações devem consistir no abandono de certos hábitos multisseculares na maneira de vestir, tornando o vestuário mais consentâneo e mais prático, e por isto menos dispendioso. Longe de mim a intenção de aludir a certos hábitos de mau gosto que pretenderam e pretendem fazer escola em vários países, na tentativa de retornar o ser humano aos tempos primitivos, ainda perdurando em alguns recantos não civilizados, habitados por aborígines. Nada disso meus irmãos e amigos queridos.

O corpo humano, como habitação temporária de um Espírito de Deus, tem de ser tratado por seu habitante com a máxima decência, para que possa proporcionar-lhe condições de habitabilidade para o seu aprimoramento moral, e jamais a condição de nivelamento com outros seres ainda irracionais. Tudo isto que aqui apenas menciono terá a seu tempo sua aparição entre vós, embora perfeitamente delineado esteja nos planos superiores ao vosso, e há muitos séculos em uso nos planetas similares à Terra.

Isto posto, meus queridos irmãos, desejo informar-vos ainda a respeito de algo que muito apreciareis, qualquer que seja a fase temporária em que vos encontreis em vossa encarnação atual. Desejo informar-vos a respeito de um processo muito prático para todos, no sentido de estabelecerdes ligações positivas com seres invisíveis de quem desejeis receber noticias, principalmente de parentes ou amigos íntimos que já passaram ao mundo espiritual. Esse processo consiste no seguinte: colocai em vossa mesa de cabeceira um copo d'água no momento de vos deitardes e colocando a palma da mão direita sobre ele, elevai o pensamento até àquele com quem desejardes avistar-vos durante o sono, como se fora um encontro autêntico no mundo em que viveis. Fazei isto de todo o coração e jamais por especulação, para que a vossa vibração mental receba a força necessária para chegar até onde desejardes. Isto feito, podeis deitar-vos tranquilamente, na certeza de que não apenas vos encontrareis com o Espírito desejado, como também recordareis no dia seguinte algumas fases do encontro, ou este de modo completo. Devo recomendar-vos entretanto, que esta prática não deve ser usada diariamente porque poderá falhar, mas sempre com um intervalo mínimo de três semanas para o mesmo Espírito. Para vários Espíritos amigos, deveis manter um intervalo de pelo menos duas semanas entre um e outro encontro. Se, entretanto, escolherdes um dia certo na semana para esta prática psíquica, podereis dedicar-vos a ela semanalmente, nunca, entretanto, dirigindo-vos à mesma Entidade que pode ter outra preocupação intransferível.

Para mais completo sucesso nesta prática, eu vos recomendo antecedê-la sempre da vossa prece e meditação diária, como devem estar fazendo, aliás, todos os meus leitores, sem o que não estariam seguindo os conselhos e recomendações que em nome do Nosso Divino Mestre Jesus, venho grafando para os homens e mulheres da Terra. O exercício que aqui vos proporciono com a informação supra, irá colocar-vos num perfeito contato com os viventes do plano Espiritual, onde podereis colher informes de grande utilidade para os vossos dias na Terra. E tal seja a sinceridade e a fé com que a essa prática vos dediqueis, algumas faculdades novas poderão revelar-se com grande proveito para vós. Devo prevenir-vos contudo que poderá suceder uma ou outra vez que a Entidade desejada não possa atender-vos por alguma destas razões: a de não estar em situação de atender por motivo de ocupação na oportunidade, ou então, de não desejar absolutamente atender, por motivos que a ninguém é dado revelar.