Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

sábado, 21 de junho de 2014

CAPÍTULO I – 2ª Parte – Livro: Vida de Jesus ditada por Ele Mesmo. Jesus continua sua missão.


Pensam os homens que a missão do Messias ficou terminada com o sacrifício de sua vida, porém sua morte não foi mais que o remate com que devia ficar consagrada a grandeza de sua obra, recém começada por ela. Sua morte significa, pois, mais que outra cousa, o grande compromisso de futuras alianças entre Deus e os homens, pelo esforço destes para o acatamento das leis divinas e pela elevada manifestação do Pai no que tem de compreender-se como sua vontade, para ser acatada e cumprida sobre a Terra.

Venho assim novamente entre os homens, como já disse outras vezes, para continuar a tarefa começada, confirmando o que já disse, retificando o mal compreendido, ampliando também aquelas manifestações e esclarecendo-as em tudo o que permite a compreensão dos homens

Não duvideis de minha filiação divina, porque o Pai me havia honrado assim ao mandar-me como Messias entre vós, para que as elevadas alianças espirituais, que me rodeavam, e os altos compromissos contraídos, que me apoiavam ao descer à Terra, lograssem assegurar a obra de redenção humana, muito retardada já. Mas não acrediteis na redenção do pecado pela maneira que se disse, porque o pecado só se redime pelo esforço de quem pecou.

Irmãos meus, sois espíritos tão materializados ainda que nada vos ocorre fora da matéria e resumis entretanto vossa felicidade na posse dos bens materiais.

E é só pela decidida renúncia de tudo quanto forma um atrativo para a carne e para vossos mal dissimulados desejos de predomínio, que conseguireis elevar-vos o suficiente para ingressar pela nova via de vossa regeneração. Sois espíritos jovens ainda; vossos pensamentos, vossos desejos e os mesmos laços carnais que vos ligam à família, tudo vos traz agarrados à terra que habitais. Porém podeis, pouco a pouco, levantar-vos acima dessa materialidade com o arrependimento de vossas faltas e com o cumprimento de vossos deveres, porque é assim como o espírito começa a sua elevação e na elevação espiritual encontra-se o desprendimento da matéria.

Recordai-vos do que antes já vos disse: “Eu não trago a paz se não a guerra. Levantai, pois, esta bandeira de guerra e não a enroleis”.

Irmãos meus: — Oxalá possais compreender o significado de minhas palavras e ligar-vos a mim, como irmãos, na adoração do verdadeiro Deus. Como irmãos meus na reforma de vossos hábitos, nas meditações de vosso espírito e no acordo de vossa vontade com a minha, para honrar vossos pensamentos e vossas ações com a elevada emanação divina.

Eis-me, pois, entre vós para o cumprimento do que escrito está a respeito de minhas palavras e de meus ensinamentos para o porvir, que é hoje o presente, cumprindo a vontade do Pai que não me haveria enviado antes se não me houvesse de permitir mais tarde ajudar a frutificação do que eu havia semeado em seu nome.
Vêm assim a constituir estas manifestações como que o resultado natural de meus primeiros trabalhos da vinha do Senhor.² Crede, pois, em minha palavra porque eu vos falo pelo amor, e o amor é a essência de Deus. Assim como antes vos disse: Amai-vos uns aos outros, agora repito-vos: Só pelo amor será salvo o homem.

1  Os ensinamentos de Jesus são de tal natureza, que guardam sempre algo mais para o que mais sabe alcançar, pois seu espírito tanto mais se eleva quanto mais nossa compreensão se alarga.  Basta observar, por exemplo, a comunicação referente à fé, da qual algum proveito recolhem os espíritos simples, maior conhecimento alcançam os inteligentes e intensas cintilações de inesperada luz brilham para as almas mais evolucionadas. — Nota do Sr.Rebaudi.

2  Desde então Jesus não cessou seus trabalhos, sendo ele o Diretor deste intenso movimento espiritualista que se vem produzindo sob a denominação de “Moderno Espiritualismo”, mas que na verdade não constitui outra coisa senão manifestações do próprio Cristianismo dentro de sua orientação constantemente progressiva, pois que, segundo palavras do próprio Mestre, “tudo ressurge dentre as mesmas aparências da morte para a confirmação mais completa da vida e de seu aperfeiçoamento, para sua aproximação paulatina para Deus”.

Essa tendência, constantemente progressiva do Cristianismo, se deduz também, entre outras muitas coisas, do Espírito de Verdade do Consolador prometido por Jesus, que revelaria e explicaria o que os homens da Judéia não podiam compreender.


A incansável laboriosidade do Mestre sobre esta rota por ele empreendida há cerca de dois mil anos, vê-se claramente manifestada em todas estas comunicações e muito especialmente também na de S.João. que se encontra no final da obra, sendo esta nota agregada recentemente em 1992, para a reimpressão do II tomo, editado na Espanha pela Sociedade “A Verdade pela Ciência”. — Nota do Sr. Rebaudi.