Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

quarta-feira, 27 de abril de 2016

CAPÍTULO VIII - COMUNICAÇÃO COM OS ENTES QUERIDOS – Livro: Derradeira Chamada – pelo espírito do Irmão Thomé. Psicografado por Diamantino Coelho Fernandes





Nosso Senhor Jesus Cristo lança neste momento planetário, sua intensa luminosidade sobre a face inteira do pequeno planeta terreno, no desejo que abriga em Seu grande coração, de iluminar e esclarecer todos os Espíritos presentemente encarnados na Terra.

Já não basta ao Senhor o haver despachado para o vosso meio milhares e milhares de Entidades de grande luminosidade com o objetivo de assistir, aconselhar, guiar e conduzir os Espíritos encarnados à meta de seu verdadeiro destino. Já não basta a Nosso Senhor haver determinado que se divulguem palavras e conselhos em todos os idiomas vivos da Terra, para despertar em todos os encarnados a sua memória espiritual; Nosso Senhor, Ele próprio, inicia uma nova peregrinação espiritual em todo o orbe terráqueo, no só objetivo de alertar os Espíritos encarnados para o que pode vir a qualquer momento, quando menos se espere.

Já foi dito e repetido em todas as latitudes da Terra, que o mundo terreno caminha rapidamente para uma transformação substancial, envolvendo nesse movimento homens e mulheres, coisas e animais, no cumprimento de destinos de há muito planificados. É necessário, contudo, que estas palavras sejam lidas com os olhos do Espírito mais que com os do corpo, porque é em verdade ao Espírito que elas interessam.

Cada vez que um enviado do Senhor fala, diz ou escreve algo por Sua determinação, suas palavras estão de antemão, impregnadas da necessária força espiritual para atingirem os objetivos no coração humano. Estas que aqui ficam, assim como as que registradas ficaram no meu primeiro volume, estão impregnadas desse enorme potencial magnético, para que não possam jamais ser esquecidas, e não o serão realmente. Ainda que alguns dos meus leitores esqueçam momentaneamente o que aqui fica, seus Espíritos as registraram e as recordarão permanentemente, como verdades autênticas ditadas por enviado do Senhor Jesus. Melhor será, por conseguinte, que cada leitor receba estes conceitos como um irmão necessitado receberia uma boa ração de alimento saboroso para a nutrição de seu organismo combalido. A idéia é perfeita em seu sentido espiritual, irmãos meus, considerando que muitos encarnados de compleição aparentemente robusta têm o Espírito por vezes tão abatido que poder-se-ia dizer à beira do abismo. Se, por conseguinte, conseguirmos despertar em todos os homens e mulheres do presente, o sentimento de sua responsabilidade espiritual na presente encarnação, muito se terá conseguido pela felicidade desses queridos irmãos.

Em seguida, uma grande revelação quero hoje fazer-vos irmãos e amigos queridos, revelação que sei bastante agradável para todos vós. Trata-se de difundir na Terra o princípio espiritual que há de permitir aos seres humanos comunicarem-se, quando isto desejarem, com os entes queridos que partiram do plano físico. O processo de tal comunicação, se bem que usado atualmente por um numero reduzido de encarnados, registrará um grande surto de desenvolvimento com as instruções que aqui vos ofereço, do qual resultarão inúmeras consolações para o vosso coração. Nosso Senhor deseja que conheçais todos os meios possíveis de minorar as saudades que ainda mortificam a maioria dos encarnados que assistem à partida para sempre de seus entes queridos ignorando que a partida tenha sido para eles um grande bem, antes que um mal.

Sabendo-se em princípio que a morte só existe para a matéria, e que o Espírito, que possuíra muitos outros corpos antes do atual, apenas regressou ao seu verdadeiro mundo ou plano de vida, o que sua partida em verdade provoca é apenas a saudade da separação temporária, e nunca definitiva. Há então um processo bastante eficaz e até agradável pelo qual todos os lares ou seus membros separadamente podem receber notícias do mundo espiritual, e até ensinamentos de grande utilidade para todos. É muito fácil de praticar este processo. Sabendo-se ser Nosso Senhor Jesus Cristo o Chefe Espiritual de todos os Espíritos encarnados e desencarnados, necessário se faz para o bom êxito de qualquer trabalho desta natureza, obter-se a Divina Permissão, sem a qual nenhuma Entidade responsável poderá atender à solicitação partida deste plano de vida terrena.

Então, há apenas que obedecer a este princípio, que é também uma lei respeitada por todos nós no mundo espiritual. Essa obediência consiste na elevação de uma prece a Nosso Senhor, pedindo permissão para que tal ou qual Entidade possa dar comunicação ou notícias, pela maneira que melhor lhe convenha. Reúnem-se para esse objetivo dois, três ou mais membros da família após o jantar, formando um círculo em torno da mesa, elevarão então uma prece ao Senhor, como já foi dito, e aguardem calma e confiadamente a presença de seu ente querido ou de alguém por ele, caso o próprio não possa vir nesse dia. O pensamento reunido das pessoas presentes criará as condições necessárias à manifestação do desencarnado, que escolherá dentre as pessoas ali reunidas, aquela cujo ascendente mediúnico melhores condições ofereça à sua manifestação. Convém não esquecer que uma condição indispensável ao êxito deste objetivo é a sinceridade de propósitos das pessoas presentes, onde não haja intenções especulativas, mas o desejo sincero de merecer de Nosso Senhor a graça da comunicação com o ente querido. Esse será o processo da comunicação mediúnica, servindo-se da intermediação de pessoa possuidora desse tipo de mediunidade que é muito comum aos encarnados. Para maior segurança quanto à possibilidade da comunicação, podem os presentes munir-se também de papel e lápis à mão, para o caso da Entidade encontrar maior facilidade em utilizar a psicografia em vez da incorporação para se comunicar com aqueles que deixou na Terra.

Irmãos meus, amigos meus, este princípio espiritual que a todos permite o intercâmbio entre os dois planos, não oferece nenhuma dificuldade a quantos desejem utilizá-lo com seriedade de propósitos, trazendo em consequência grandes alegrias, tanto aos que ficam na Terra como aos que partiram para o Espaço. Sucede que sendo tão reduzido ainda o número de lares que sinceramente se dedicam a estes trabalhos espirituais, é considerado no Alto um verdadeiro privilégio para o Espírito de Deus, poder encontrar na Terra irmãos de boa vontade por cujo intermédio possa transmitir conselhos e ensinamentos à humanidade terrena.

Pode acontecer que as duas primeiras tentativas não surtam o efeito desejado, porém, se se escolher dia e hora certos por semana, e, nessa hora os elementos encarnados estiverem a postos em atitude de respeitosa expectativa, posso assegurar a todos que os resultados aparecerão. Naturalmente todos os presentes devem ser pessoas de moral comprovada para poderem merecer de Nosso Senhor a graça desejada, e recebê-la-ão efetivamente, porque Nosso Senhor, em cujo nome estou transmitindo este princípio aos meus queridos irmãos leitores, deseja por sua vez ardentemente, difundir entre todos os encarnados a prática do intercâmbio com os entes queridos que regressaram ao mundo espiritual.

Irmãos meus, amigos meus, sugiro-vos que experimenteis a prática que aqui vos deixo, na certeza que vos dou de que, além de proporcionardes aos vossos queridos, momentos de excepcional alegria e felicidade, recebereis em troca ensinamentos e conselhos de tal valia, capazes de transformar num mar de felicidade para vós outros, certas dificuldades porventura existentes ao redor de vós.

Nosso Senhor Jesus anseia pelo momento de receber vossas preces nesse sentido, para autorizar a concessão de tudo quanto possa contribuir para tornar excepcionalmente agradáveis os vossos dias na Terra. Experimentai pois, e confiai na luz e na graça do Senhor.