Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

116ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS Ditada pelo Apóstolo Thomé Em 18-7-1971 Rio de Janeiro - Brasil PERÍODO EVOLUTIVO DE UMA GERAÇÃO – O QUE FALTA À GERAÇÃO ATUAL – ALMAS QUE REGRESSAM COMO INDIGENTES – O SENHOR NECESSITA DE ALGUNS MILHÕES DE SERVIDORES PARA VOLTAREM PRONTAMENTE À TERRA


TODOS OS PLANETAS HABITADOS, situados em pontos determinados do Universo, obedecem a princípios estabelecidos nas leis divinas, reguladores de suas atividades e existência como seres vivos em busca de evolução e progresso. Os elementos da natureza que compõem esses planetas para permitirem a vivência dos seres humanos e dos animais em sua superfície, obedecem igualmente a determinados princípios espirituais, dos quais não se afastam sem prejuízo de suas condições de vida. 

A Terra, sendo um desses planetas, talvez um dos menores do conjunto universal, está sujeita aos mesmos princípios espirituais que regem a vida de todos os planetas, cumprindo também estágios evolutivos mais ou menos longos, segundo as circunstâncias que lhe são peculiares, num espaço de dois a três milênios. Este é em geral o período evolutivo de cada nova geração que aqui vem em busca de aprimoramento espiritual.

Este século está destinado a decidir um grande passo na escala evolutiva da grande maioria das almas que se encontram na Terra, após um largo período de aprendizado  já no terceiro milênio de idas e vindas entre o solo terreno e o mundo espiritual. Um grande número de almas aqui se encontram que pouca atenção tem dispensado ao seu aprimoramento moral e espiritual em numerosas estadas no planeta, onde têm vivido inteiramente mergulhadas no lodo de seus interesses materiais. Estas almas têm sido advertidas seguidamente ao regressarem ao Alto ao término de cada uma de suas últimas encarnações, e incentivadas no sentido de aproveitarem a presente, numa derradeira tentativa de alcançarem a necessária redenção espiritual. 

Uma boa parte das almas nestas condições tem realmente se esforçado no sentido de sua elevação espiritual por meio da prática de boas obras, o que é para se louvar. A muitas delas ainda falta, porém, o elemento decisivo do seu engrandecimento espiritual, que é o hábito da oração e meditação diária, da qual resulta a mais rápida iluminação das almas que oram. Consideremos leitores a situação em que habitualmente se encontra na Terra um filho privado da luz dos olhos, e a conseqüente dificuldade de caminhar. Situação semelhante se apresenta no mundo espiritual às almas que não souberam ou não quiseram preparar-se enquanto na Terra, para adquirirem as luzes de que necessitam, objetivo primordial de cada uma de suas encarnações. Ao regressarem ao mundo espiritual privadas da luz própria, estas almas vão inspirar a compaixão de outras para se locomoverem, fato que todos nós no Alto constatamos com tristeza.

Vivem presentemente encarnadas na Terra alguns milhões de almas nas condições acima descritas, inteiramente desligadas do mundo espiritual, muitas delas até descrentes da sua sobrevivência após a morte do corpo. A estas almas deseja dizer o Senhor Jesus que procurem estudar as obras espiritualistas, nas quais encontrarão ensinamentos de grande valor a respeito de sua sobrevivência.

As obras espiritualistas lhes ensinarão que ninguém vive uma só vez neste mundo terreno, aonde tem de vir seguidamente de século em século, em busca de luzes e experiência. Não acreditam absolutamente numa existência única da alma, quando lhes disserem que as almas são criadas juntamente com o feto no ventre materno, porque tal ensinamento nada tem de verdadeiro. 

As almas procedem de longos milênios desde a sua criação na Mente Divina, e vêm percorrendo uma trajetória imensa, impossível de descrever, de tão longa, através de muitos e variados veículos desde a escala animal mais ínfima até ao corpo que ora possuem.

Se o Senhor Jesus insiste na repetição do que aí fica, é com o  objetivo de penetrar no coração das almas que se têm descurado do próprio progresso, após as numerosas vindas à Terra como agora sucede, e se encontram paupérrimas de luzes e dons espirituais.

O Senhor Jesus lamentará profundamente que esses milhões de almas em tais condições tenham de regressar a seu tempo ao mundo espiritual privadas até do mínimo de luminosidade para se locomoverem. Estas almas irão então participar da categoria de indigentes, da qual ainda estão repletos vários planos do mundo espiritual.

O que fazer então? – poderão querer indagar as almas em referência. O Senhor Jesus esclarece a todas elas, que nada ainda está perdido, e que todas possuem meios de se recuperarem. Procedam para isso, da seguinte maneira: examinem atentamente a sua maneira de viver. Verifiquem se o sentimento egoístico constitui a predominante em suas atividades. Se assim for tratem de abrandar a incidência de tal sentimento, dando mais atenção ao espírito de solidariedade humana, considerando todos os demais seres humanos como irmãos, porque também filhos do mesmo Pai Celestial. Essa atitude servirá para amenizar um pouco a sua maneira de viver, humanizando em certo sentido a sua vivência em relação à coletividade de que fazem parte. Por fim, a atitude capaz de contribuir decisivamente para a sua iluminação espiritual, objetivo fundamental de sua vinda mais uma vez ao solo
terreno: a elevação de uma prece diária à Divindade na hora de se deitar, seguida de alguns minutos de meditação, durante os quais as almas recebem da Divindade as instruções e conselhos de que porventura necessitem para o bom encaminhamento de sua vida no corpo.

O grande desejo do Senhor Jesus não é outro senão o de poder receber e promover no mundo espiritual todas as almas presentemente encarnadas, cujo período de aprendizado está a findar-se. O Senhor necessita de alguns milhões de novos servidores para enviar à Terra no desempenho de importantes missões de serviço divino, e deseja poder contar especialmente com as almas atualmente encarnadas que apresentarem as condições necessárias para esse fim. Já sabe o Senhor Jesus que um número assaz avultado de homens e mulheres que se encontram na Terra se acham em condições de serem aproveitados no serviço divino na Terra. 

Esse número, contudo, ainda é insuficiente, dada a circunstância de que a maioria das almas de bons servidores atualmente engajadas nessa função, terão de retomar um corpo de carne no próximo século, onde virão no desempenho de outra missão. Assim sendo, o Senhor Jesus deseja deixar aqui o seu convite a todos os homens e mulheres que desejarem ingressar no serviço divino a partir do próximo século, para que tratem de seu aprimoramento final, ligando-se permanentemente à Divindade que muito fará para os ajudar.

Sabendo-se que a vida das almas é infinita e que a ninguém é dado estacionar em face da vibração constante que age e impulsiona todos os mundos, as almas possuidoras de um determinado grau evolutivo sentem verdadeiro prazer em se movimentar seja onde for, contanto que esse movimento resulte em benefício de alguém. É assim a vida das almas no mundo espiritual. Todas se oferecem ao Senhor Jesus para servir onde quer que possam desempenhar alguma tarefa útil à coletividade, porque isto representa para todas uma grande alegria. 

Estacionar no mundo espiritual equivale a regredir, embora isso não aconteça. As almas sentem verdadeira alegria em se movimentarem em função de serviço ao Senhor, desde que possuam condições para isso. O Senhor por sua vez se alegra e compraz em oferecer oportunidade a todas as almas de boa vontade onde quer que se encontrem. E são tantas e tão variadas as oportunidades existentes no mundo espiritual a serem preenchidas pelas almas que nele vivem, que todas podem ser contempladas. É necessário apenas que as almas se encontrem devidamente preparadas, isto é, que possuam um determinado grau evolutivo que lhes permita um bom desempenho das tarefas que o Senhor lhes confiar. 

Daí uma das razões pelas quais o Senhor decidiu instalar-se no solo terreno e lançar daqui o seu incentivo a todos os homens e mulheres para que se esforcem em concluir nesta vida o seu aprimoramento moral, isto é, o seu aprendizado terreno. A estes que o fizerem, assegura o Senhor Jesus o seu ingresso nas luminosas falanges de trabalhadores espirituais na condição de Guias e Protetores das almas encarnadas do porvir. 

Esta elevada tarefa a ser desempenhada no ambiente terreno pelas almas designadas pelo Senhor, produzirá para as mesmas os mais belos focos de luz a ser acrescida àquela que já possuírem como a retribuição generosa do Senhor aos Seus emissários. Daqui se conclui que o trabalho existe em todos os planos do mundo espiritual, para quem desejar trabalhar e se engrandecer espiritualmente. Por mais árduo que esse trabalho possa parecer, é justo dizer-se que em nada se parece com aquele que é executado na Terra para a manutenção da vida no corpo. 

O trabalho espiritual é executado principalmente pelo coração e o pensamento, numa atividade que produz alegria e contentamento às almas que o executam. A ninguém é dado agitar-se, enfadar-se ou consumir-se no desempenho de sua tarefa, visto como, sendo a vida e o tempo infinitos, tudo irá sendo realizado na medida do possível.

Há, por exemplo, no mundo espiritual uma tarefa que  requer sobretudo paciência e boa disposição de espírito para seu completo êxito. É o caso de um certo número de almas desprovidas de fé, porque assim viveram na Terra e nem sequer admitem que ela exista. Para estas almas só existe aquilo que elas puderem ver e tocar com suas limitações. Há então um numeroso grupo de almas evoluídas que se compraz em orientar esta categoria de almas, e com elas passa a conviver e conversar pacientemente, a fim de irem modificando o caráter e condições morais. É um trabalho que requer sobretudo uma grande dose de paciência e boa vontade, mas que sempre alcança o êxito mais completo. As almas incumbidas de semelhante tarefa especializaram-se de tal maneira, que a sua alegria consiste em implantar o sentimento da fé naqueles corações até então completamente fechados aos mais belos dos sentimentos humanos. 

Como seja assaz numeroso o grupo de almas que regressam da Terra todos os dias inteiramente desprovidas do sentimento de fé, eis aí uma das grandes tarefas do mundo espiritual desempenhada pelas almas de boa vontade, e sempre com o mais completo êxito. A fé é tão necessária aos corações quanto o alimento ao corpo.