Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Capítulo XIII - Livro: Elucidário – pelo espírito de Paulo de Tarso através do médium: Diamantino Coelho Fernandes. Nada acontece por acaso - A chave da felicidade – Não existem punições impostas pela Divindade – Conselho recebido no Alto - Jesus espera muito de vós - Uma película fotografa os vossos atos - Esfera mais evoluída vos aguarda






As coisas que acontecem em todos os mundos do Universo, sejam eles habitados por seres em princípio de evolução ou possuidores de elevado grau de aprimoramento espiritual, estão invariavelmente subordinadas a determinadas condições previamente estudadas e convenientemente programadas. O conceito largamente divulgado na Terra de que “não cai um cabelo da cabeça nem uma folha de uma árvore sem o consentimento do Pai Celestial”, é perfeitamente correto porque em verdade assim é. Nada acontece por acaso, senão em virtude de uma lei divina aplicável a cada caso.

Isto posto, desejo referir-me aqui a fatos que freqüentemente se verificam na vida dos seres humanos, surgindo sempre de maneira inesperada, imprevista, alterando, modificando, ou até encerrando a encarnação de muitos. Isto se explica com a circunstância de estarem todos os homens e mulheres na Terra subordinados a determinadas condições de vida material, estudadas detalhadamente no Alto, antes de sua preparação para reencarnarem uma vez mais. Bem sei que a explicação surpreenderá a muitos leitores, desconhecedores ainda deste princípio, porém o fato é verdadeiro. Existem na Terra nos dias  presentes, como existiram, de resto, nos tempos idos, pessoas voltadas ao estudo das linhas das mãos, as quais chegam em certos casos a anunciar determinados acontecimentos relacionados com a pessoa em causa. Essas pessoas possuem uma disposição especial para esse gênero de estudos, devido à posse de conhecimentos especializados em seu patrimônio espiritual. Convêm saber entretanto, que não são as linhas das mãos que lhes revelam o que eles predizem, porém o seu patrimônio espiritual, que isso lhes revela intuitivamente face às linhas ou sinais impressos nas mãos estudadas.

Isto prova, por conseguinte, a existência de um plano de vida elaborado para cada ser humano, a ser por ele desenvolvido em cada existência na Terra. Não existem, porém, condições rígidas a cumprir pelo homem ou pela mulher. Ambos possuem a faculdade de modificar para melhor ou para pior as condições de sua vida terrena, segundo o nível que impuserem aos seus pensamentos e atos praticados no dia a dia.

Esclarecerei então, que dependerá de cada homem ou mulher reduzir ao mínimo o que de desagradável existir em seu plano de vida na Terra, assim como elevar bem alto as condições favoráveis nele existentes. Tudo dependerá da maneira pela qual cada um se conduzir em sua maneira de viver. Se, por exemplo, a criatura humana decide conferir às suas ações diárias, ao seu comportamento no meio social em que viver, um sentido de elevada pureza moral, seja na execução das suas tarefas materiais, seja nas relações com os seus semelhantes, fazendo-o consciente de que isso faz parte do programa de vida que prometeu e deseja viver na Terra, assim procedendo, essa criatura terá conseguido estes dois belos resultados: reduzir ao mínimo, à insignificância mesmo, qualquer fato ou situação porventura desagradável existente em seu plano de vida, e de tal maneira que poderá nem chegar a tomar conhecimento dela; e, de outro lado, conseguir elevar substancialmente as condições favoráveis de seu registro, e de tal modo que sua vivência terrena se transformará num plano de grande ventura, com todas as conseqüências agradáveis que isso lhe proporcionará.

Não existem, portanto, criaturas destinadas a viver na Terra uma encarnação de sofrimento apenas, em que tudo lhes seja contrário e difícil. Não, absolutamente. O Pai Celestial que é a Bondade quintessenciada, não permitiria que nenhum filho aqui viesse nessa condição dolorosa. O que se dá em casos de criaturas tais, é simplesmente o esquecimento das promessas feitas e de conselhos recebidos no Alto, em relação ao que na Terra lhes cumpre fazer para minorar e até eliminar situações cármicas que lhes dizem respeito. A essas criaturas eu direi com todo o amor, que está em suas próprias mãos a chave mágica com a qual podem e devem abrir as portas de uma vida menos difícil ou dolorosa, se for o caso. A chave para isso é aquela que lhes foi dada por seus mentores espirituais no Alto, ao receberem permissão para reencarnar uma vez mais. A chave em referência, a mesma para todos os irmãos que baixam à Terra, é esta:

Vai irmão com a graça do Senhor. Ele te guiará, amparará e socorrerá em todas as emergências.

Usa a tua faculdade de orar e pedir, com a qual verás anulados todos os males e ampliado todo o bem.

Ora, pois, ao Senhor todos os dias, que Ele te abençoará e perdoará.

Vai na paz do Senhor.

Estas palavras traduzem fielmente a recomendação recebida no Alto, por quantos irmãos encarnados se encontram no cumprimento de existências sofridas na Terra. Se estas linhas puderem chegar até eles por intermédio de cada um dos meus leitores, e se aqueles irmãos concordarem em pôr em prática o que elas significam, certeza tenho eu então de que muitas e muitas vivências difíceis até agora, se transformarão em vidas ditosas. Não existem, nas vidas sofridas da Terra, punições ou castigos impostos pela Divindade, absolutamente.

O que apenas se traduz em face das circunstâncias em que muitos de nossos irmãos estão vivendo, é que, pensada ou impensadamente, eles impuseram sofrimento a companheiros de outras jornadas, e não poderão progredir, isto é, não poderão alcançar aquela bola de ouro do conto maravilhoso, enquanto tiverem a pesar-lhe na mente espiritual o fardo de algum procedimento indevido.

Para conforto moral, dos nossos irmãos sofredores, esclarecerei ainda que há no Alto uma organização espiritual com a finalidade de acompanhar na Terra os passos de quantos se encontram no cumprimento de tarefas cármicas. Tal organização acompanha dia por dia os passos destes irmãos, recolhe seus pensamentos e orações com o propósito de poder abrandar os sofrimentos de cada um, isto é, o peso do fardo que carregam. A alegria manifestada pelos componentes da citada organização é muito grande, todas as vezes que podem registrar nesses irmãos sofredores a preponderância da oração sobre o queixume, a revolta ou a blasfêmia. Eis aí, pois, caros leitores, uma tarefa santificante para cada um de vós, qual seja a de vos aproximardes de quantos irmãos se encontram nas condições descritas, e dizer-lhes de todo o vosso coração, que a chave mágica ou milagrosa, que lhes abrirá as portas da felicidade, mesmo enquanto na Terra, é a oração sincera ao Senhor Jesus. Dizei-lhe que experimentem uma semana, que o Senhor fará o resto.

Se, pelo que aqui fica, os irmãos distinguidos com uma encarnação cármica podem chegar a eliminar o fardo que penosamente conduzem, só pela prática da oração ao Senhor do Mundo, o que dizer dos estimados irmãos que na Terra se encontram no gozo de uma existência repleta de felicidade e bem-estar permanente? Eu direi a esses irmãos que foi também uma conseqüência da lei cármica, o plano de vida que lhes foi traçado para a sua presente encarnação. Por estranho que pareça, a lei cármica se encontra igualmente em perfeito funcionamento no teu caso também, estimado irmão, a quem nada falta em saúde e prosperidade. Ignorarás, porventura, que também recebeste o conselho dos mentores espirituais ao te preparares para descer ao ventre materno para a presente encarnação? É possível que sim, pelas circunstâncias impostas pela matéria. Eu te direi, porém, irmão ou irmã estimados, que todos quantos se preparam para uma nova encarnação, são atentamente assistidos no Alto por seus mentores espirituais, ao se despedirem e lhes desejarem os maiores êxitos em sua nova jornada. Aos Espíritos já possuidores de certo grau evolutivo, e que não tiveram missão cármica a desempenhar, os mentores lhes transmitem em regra conselhos como este:

Vais partir para uma nova vida na Terra. Vais provido de todos os elementos para venceres, progredires e te elevares espiritualmente.

Daqui tudo faremos para arredar os escolhos do caminho que terás de percorrer, se fizeres por merecer de nós este serviço.

Uma parte, entretanto, depende exclusivamente de ti: a tua moral, a oração diária, para te manteres diariamente em contato conosco.

Vai, pois, filho querido, e sê feliz.

Estes são conselhos oferecidos a quantos empreendem nova jornada a este pequeno planeta de sombras. Pena que tão belos conselhos não consigam aparecer na memória física dos encarnados, embora estes os revejam freqüentemente em suas estadas no Alto durante o sono do corpo. A circunstância, porém, de vir um emissário de Jesus gravá-los em livro na Terra, será motivo de que todos os homens e mulheres os gravem desde agora em sua memória física, e a eles se apeguem nos dias que se aproximam para seu bem exclusivo. Jesus espera muito e muito dos homens e mulheres que se encontram na Terra em condições de poderem desempenhar tarefas de serviço divino. Um conselho dado com sentimento de bondade a um irmão encarnado, porventura desviado do bom caminho, constitui para o Senhor Jesus um dos mais belos serviços que um ser humano lhe possa prestar. Será muito semelhantemente, o que fazem alunos mais adiantados aos de classe inferior, ensinando-lhes as disciplinas que já aprenderam, e ajudando-os a vencer seus obstáculos. Na escala do serviço divino, esse é também um belo gesto, o de um irmão evoluído aconselhar e ajudar o principiante a progredir pelo caminho certo. Fazei isto, caros leitores, sempre que puderdes, na certeza de que o fareis indiretamente ao próprio Divino Mestre, como alunos mais adiantados que sois desta grande escola que é a vida terrena.

Para finalizar eu vos direi que há no Alto a mais perfeita organização que alguém possa imaginar, quanto ao registro dos acontecimentos ocorridos neste plano físico, por mínimos ou insignificantes que eles sejam. Podeis imaginar, para melhor compreensão do assunto, uma poderosa câmara fotográfica em funcionamento permanente, voltada para cada ser humano, em cuja película se imprimem todos os pensamentos, todos os atos praticados pelo ser humano focalizado. A película em serviço nessa poderosa câmara tem a extensão da vida de cada criatura humana, do nascimento à sua partida de regresso ao plano espiritual. Podeis então ficar certos todos vós, estimados leitores, de que os menores detalhes da vossa existência, em cada jornada terrena, são minuciosamente registrados na película, e vós os examinareis oportunamente, quando regressardes da Terra. Este esclarecimento deverá servir, segundo penso, para que estejais atentos aos vossos atos, pensamentos e atitudes para com os vossos companheiros de jornada terrena, não vá algum deles causar-vos constrangimento ou remorso, ao terdes de apreciá-lo em conjunto com os vossos mentores espirituais.

Esta revelação, que o Senhor Jesus me incumbiu de escrever na Terra, tem duas grandes finalidades: contribuir para o desenvolvimento espiritual dos leitores, com o conhecimento do que no Alto existe e que deverão experimentar, e também, alertar a todos quanto ao que possam evitar inconveniente ou contrário à sua felicidade espiritual, durante os dias que lhes restarem viver em sua presente vida terrena. Esta segunda finalidade eu a considero bem mais importante que a primeira, pelo fato de prevenir a todos contra procedimentos pejorativos que iriam aparecer mais tarde em sua película.

Acrescentarei apenas, que Nosso Meigo Jesus de Nazareth alimenta esperanças as mais sólidas de poder contar com um mínimo de três quartos da população atual da Terra, para ocupar determinada esfera que está sendo preparada para receber novos habitantes, em conseqüência da promoção dos atuais ou uma grande maioria deles a mais elevado plano de vida. Todo este trabalho que estamos realizando, eu e numerosos outros mensageiros do Senhor, visa a estas outras duas finalidades: evitar o sofrimento e o desespero dos seres humanos em face das operações do solo terreno, e a preparar o maior número deles para ocuparem a esfera bem mais evoluída do que a Terra, onde poderão permanecer ditosos, felizes, por largos períodos seculares até alcançarem um novo degrau espiritual. A esfera em referência possui em estado mais refinado, tudo quanto na Terra existe. Campos imensos de produção de alimentos puros para os felizes ocupantes, extensos jardins disseminados por todas as regiões habitadas, vias e meios de comunicação inteiramente desconhecidos dos terrenos, nascentes cristalinas, térmicas medicinais, em colorações diversas segundo as necessidades vibratórias dos seus habitantes, e também uma escala infinita de aves canoras e animais amigos, a serviço dos seres privilegiados ali residentes. Mas não é tudo. Na esfera em referência existe uma notável preponderância da música e das artes, para edificação e regalo dos seres espirituais que ali vivem, não direi propriamente encarnados, porque seus corpos densos são constituídos de matéria mais rarefeita. Não é esta pequena descrição, um agradável convite a cada um de vós, leitores amigos?