Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

23ª mensagem de ensinos espirituais - Livro: Nova Ordem de Jesus





UMA BÊNÇÃO PARA MUITAS ALMAS – NENHUMA ALMA SE ENCONTRA ABANDONADA NA TERRA – A VIDA VERDADEIRA –  A TRISTEZA DAS FORÇAS SUPERIORES –  HÁ UM LIMITE ÀS REENCARNAÇÕES –  PALAVRAS DO SENHOR

AO DELIBERAR O SENHOR JESUS a Sua vinda ao solo terreno para aqui se instalar por período demorado, o Senhor teve em vista aproximar-se estreitamente de todas as almas que aqui vivem encarnadas, para o fim de lhes transmitir conselhos e ensinamentos de que muito necessitam. 

Esse objetivo do Senhor Jesus está sendo alcançado lentamente em muitos casos, mas bem rapidamente em outros. Tem tido o Senhor Jesus a alegria de constatar o amadurecimento de muitas almas encarnadas, ou sejam muitos homens e mulheres, para quem estas Mensagens representam a bem dizer uma bênção, tal a alegria que sua leitura lhes proporciona.

Trata-se evidentemente de almas já bastante evoluídas, mas que permaneciam como que ainda adormecidas em relação à vida espiritual. Recebendo a palavra do Senhor através destas Mensagens, aquelas almas despertaram e se voltaram prontamente para o mundo espiritual de onde vieram para a Terra, e para o qual voltarão ao fim de sua presente encarnação. 

O Senhor Jesus sente-se satisfeito com a constatação do fato acima, e assegura desde agora a todas aquelas almas a sua melhor acolhida no Além ao se despedirem da Terra. Gostaria o Senhor que a totalidade das almas que vivem na Terra acordassem por sua vez e se voltassem também para a Divindade por meio de suas orações e meditação diárias, com o que bastante lucrarão em paz e tranqüilidade para a sua vivência na Terra. 

Já foi dito pelo Senhor Jesus em Mensagem anterior que Sua vinda ao solo terreno não tem outro objetivo que não seja ajudar as almas encarnadas a vencer os obstáculos naturais de sua caminhada terrena, e alcançarem mais rapidamente o nível espiritual que vieram buscar na Terra. 

Poderá  parecer a não pequeno número de almas encarnadas que os conselhos e ensinamentos constantes destas Mensagens não lhes sejam necessários, pela circunstância de estarem desfrutando no momento uma vivência inteiramente tranqüila e feliz, dispensando por isso quanto o Senhor Jesus lhes vem dizendo em suas Mensagens. 

A essas almas que assim pensarem deseja o Senhor advertir que tal como sucede com as observações meteorológicas, também sucede à vivência humana em todos os tempos. Uma vivência despreocupada das coisas do Além nos dias que correm, pode vir a necessitar de ajuda e proteção do mundo espiritual nos dias porvindouros, e para que isso se verifique é necessário que as almas se disponham a  preparar o caminho para receberem essa ajuda e proteção.

É bem verdade que nenhuma alma se encontra abandonada na Terra, porque todas tem a acompanhá-las os guardiões, incumbidos de registrar os seus atos bons e maus. Em certas circunstâncias, contudo, falece aos guardiões espirituais a necessária permissão para irem além de suas tarefas, não podendo por isso proporcionar certo tipo de ajuda aos seus guiados. 

Há, pois, toda a conveniência em que todas as almas encarnadas se habituem a conversar diariamente com a Divindade, vivam elas completamente felizes ou não, para que  possam receber toda a ajuda e proteção de que possam necessitar.

Quando o Senhor Jesus relembra em Suas Mensagens o compromisso assumido no Alto pelas almas que se preparam para voltar à Terra, está o Senhor apenas contribuindo para despertar no coração de todas as almas encarnadas, o seu compromisso com as Forças Superiores para que possam aproveitar devidamente a sua presente encarnação, pela qual tanto esperaram no mundo espiritual. 

Uma verdade autêntica que o Senhor Jesus deseja reafirmar a todos os homens e mulheres, é não ser esta a verdadeira vida de cada um, embora isto lhes pareça um absurdo. Mas não é realmente absurdo a afirmação do Senhor, porque a vida verdadeira, aquela  para a qual se preparam as almas que vivem na Terra, é a vida espiritual, a vida livre, tranqüila e feliz que todas as almas passam a viver fora do corpo. 

Todas as almas necessitam, evidentemente, de adquirir conhecimentos e experiências que só na Terra se adquirem, assim como o aluno ingressa na Universidade para se instruir e aprimorar. O aluno, entretanto, não permanece na Universidade senão o período necessário ao curso.

Conseguido este, ei-lo que inicia em suas atividades a aplicação do que aprendeu na Universidade para conseguir outro tipo de experiências que só a prática da vida pode proporcionar. Com a vida terrena dá-se cousa muito semelhante. Adquirindo o corpo de carne construído desde o ventre materno, as almas partem também para mais uma etapa de experiências em contato com a vida terrena, das quais ainda estejam necessitando para o seu aprimo- ramento espiritual. 

Concluída a existência no corpo, regressam as almas ao seu plano de vida espiritual, onde, durante um novo estágio que pode durar um século, vão assimilar e desenvolver quanto lograram, aprender na Terra. Em face do que aí fica, fácil será adivinhar a tristeza que se apodera no Alto das Forças Superiores, ao constatarem o desinteresse de muitas almas encarnadas pelos verdadeiros motivos que as trouxeram à Terra.

Estas almas assemelham-se a verdadeiras crianças despreocupadas dos deveres escolares para matarem o tempo em divertimentos que nada constroem. As almas que se descuidam dos seus deveres espirituais, deveres que se encontram firmados em suas mentes, para só cuidarem dos interesses e prazeres da matéria, podem ser comparadas aos alunos desleixados que, avessos ao estudo do que lhes competia, passam pela triste decepção de terem perdido o ano. 

Perguntarão provavelmente, alguns leitores destas Mensagens: e há possibilidade de algumas almas encarnadas perderem também a sua encarnação?

O Senhor Jesus responderá a esses leitores que, infelizmente, isso acontece a um tão grande número de almas que chega a alarmar as Forças Superiores que dirigem a vida na Terra. É tão grande o número de almas que regressam da Terra ao fim de uma nova encarnação sem haverem avançado um grau sequer em sua escala evolutiva, que o fato se tornou alarmante no mundo espiritual.

Imaginem os leitores a decepção das Forças Superiores ao analisarem a carta-de-vida de uma alma que desceu à Terra armada de sua grande vontade de progredir espiritualmente, isto após haver aguardado dezenas e dezenas de anos que sua vez chegasse. Pois bem; regressada essa alma ao mundo espiritual, e examinada a sua carta-de-vida, vão as Forças Superio- res encontrar de tudo nela registrado, menos o hábito da oração à Divindade e nenhum ato digno do louvor divino.

Essa alma que de tudo participou durante setenta ou oitenta anos, só não teve tempo para dirigir uma prece sincera do seu coração à  Divindade para agradecer os benefícios recebidos em saúde e proteção. O fato é deveras lamentável e a tal ponto, que o Senhor Jesus decidiu descer ao solo terreno e aqui instituir esta Sua NOVA ORDEM para tentar corrigir os desvios de todas as almas encarnadas. 

Deseja o Senhor Jesus esclarecer devidamente às almas encarnadas que tiverem a ventura de passar os olhos nestas Suas Mensagens, que as reencarnações de todas as almas tem um limite prefixado, dentro do qual deverão as mesmas alcançar determinado grau evolutivo.

Aquelas que esgotado tiverem esse limite sem conseguirem adquirir o respectivo grau, essas almas não poderão voltar à Terra pela mesma razão de que o aluno reprovado seguidamente não poderá ser readmitido na escola.

As almas em tais circunstâncias terão apenas demonstrado a sua ima- turidade para evoluir no solo terreno, seja por motivo de um temperamento contrário ao ambiente terreno, ou seja pela sua resistência aos ensinamentos de bem viver em contato com as demais almas encarnadas. 

E o que sucede então a essas almas ? - podereis  perguntar. O Senhor Jesus responde por antecipação a essa pergunta, esclarecendo que o sistema solar ao qual a Terra pertence, é constituído de vários outros planetas de vibração inferior à da Terra, nos quais vivem, estudam e se aprimoram alguns milhões de almas de nível inferior a estas do vosso mundo. 

Desses planetas vieram quase todas as almas encarnadas neste mundo terreno, uma escola bem mais adiantada do que algumas das acima referidas. Se, como freqüentemente sucede, uma ou mais almas, pelo seu comportamento demonstra não estar suficientemente preparada para se manter harmoniosamente na escola terrena, ela é retirada daqui e enviada a uma escola de nível vibratório inferior, da qual proveio, aliás, a fim de melhor se preparar para evoluir na Terra.

Isto só acontece após algumas encarnações dessas almas no solo terreno, numa tentativa das Forças Superiores em obter a adaptação desse tipo de almas ao meio terreno. Comprovada, porém, essa impossibilidade em face do nenhum esforço dessas almas em se regenerar e progredir, nesses casos não há outra solução que não seja enviá-las de volta ao seu planeta de origem para nele viverem mais alguns séculos ou milênios. 

O Senhor Jesus vem observando com grande tristeza alguns fatos bastante desagradáveis que se estão verificando por toda a parte neste mundo terreno. Trata-se de Espíritos valorosos em sua maioria, mas que se deixaram intoxicar por idéias contrárias à paz e à harmonia que devem existir em todo o planeta terreno.

Esses Espíritos assim intoxicados têm praticado atos de tal modo condenáveis, que se tornaram indignos de conviver com o conjunto de almas boas que formam a humanidade atual. Esforços estão sendo empregados pelas Forças Superiores no sentido do esclarecimento desses Espíritos, com o objetivo de os desintoxicar e devolver ao convívio harmonioso da família humana. 

O Senhor Jesus é forçado a reconhecer que a Terra ainda não pode livrar-se de todo da condenável influência das forças negativas multimilenares, que tanto têm contribuído para dificultar o encaminhamento de todas as almas para o Pai Celestial. Essas forças negativas, porém, já são hoje bastante reduzidas pela ação persuasiva desenvolvida pelas Forças Superiores, esperando-se livrar o mundo terreno dessas más influências logo . . . logo. E aqui vão algumas palavras do Senhor Jesus aos Espíritos transviados ou subversivos do momento: 

– Meus filhos do coração: Falo-vos neste momento a minha palavra amiga a vós filhos que eu muito estimo pelo vosso passado valoroso. A irreflexão conduziu-vos a marginalização da sociedade, quando o vosso propósito era o de impulsionar o progresso da Terra  na região em que nascestes. Fazei alto, porém, eu vos peço, nas atividades negativas em que vos encontrais, porque através delas apenas conseguis enegrecer vossas almas, tão luminosas que eram ao descerdes à Terra. 

Eu bem conheço as causas do vosso desvio do caminho certo, o que fizestes sob influências satânicas que apenas desejam a vossa destruição. Sois, porém, Espíritos valorosos afeitos às lutas e sacrifício, mas ouvi-me, filhos do coração! Eu necessito do vosso concurso no trabalho pacífico de incrementar o progresso terreno. 

Abandonai, pois, a marginalização da sociedade e voltai-vos para à Divindade. Orai sinceramente a Divindade, e Ela vos conduzirá ao objetivo dos vossos desejos, que deve ser harmonioso e pacífico. E contai comigo em todos os momentos, que sou o vosso amigo milenar,

Jesus de Nazareth

              “Prossigo ainda em minha OBRA como Espírito.