Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

terça-feira, 11 de novembro de 2014

43. VOSSO SERVO NO ALTO – Livro: As Forças do Bem.





Encerrando o presente volume, no qual enfeixados se encontram os conselhos, esclarecimentos e ensinamentos que Nosso Senhor e Mestre me determinou trazer aos meus queridos irmãos encarnados, creio ter dado o mais fiel cumprimento à minha tarefa, da qual recolho uma grande alegria: ter sido o mensageiro designado por Nosso Senhor, para entrar em contato com tantos milhares de Espíritos bons, presentemente encarnados na Terra.

Acabo, por conseguinte, de concluir a minha sementeira de luzes espirituais, no campo fertilíssimo de todos os afortunados leitores deste volume, cabendo-me agora o direito de esperar que da mesma resultem frutos magníficos para todos vós, irmãos e amigos muito queridos. Quanto a mim, dotado pela Natureza de uma grande sensibilidade, bendigo as semanas e meses em que da Terra me aproximei para grafar os meus conselhos, regressando agora ao plano que me é próprio, junto do Senhor, de onde continuarei a vibrar pela vossa paz, saúde e felicidade, como Espíritos encarnados que sois presentemente. Conforme declarei em capítulos anteriores, esforçar-me-ei em estar presente à chegada de cada um a seu tempo aos planos espirituais, para ter o prazer imenso de abraçar meus queridos leitores ao desembarcarem ali. E se constatar eu puder que meus conselhos foram aceitos e praticados, então minha alegria não terá limites, como espero.

Nosso Senhor está satisfeito com o trabalho realizado por este mensageiro e seu intermediário terreno, em quem encontrei, repito, o instrumento adequado ao desempenho de minha tarefa. Graças eu rendo aqui a Nosso Senhor, que tudo dispôs na mais perfeita ordem. Partindo, embora, de regresso às minhas tarefas na espiritualidade, quero reafirmar aos meus queridos irmãos leitores, que estarei à sua disposição para responder qualquer questão relacionada com os meus conselhos, ou para ampliar algum ponto considerado importante para qualquer de vós. Para isso, e com a necessária permissão do Senhor, usarei igualmente este meu intermediário, o qual fica por mim autorizado a providenciar local, dia e hora para atender aos leitores que desejarem falar-me, e eu atenderei com o coração em festa a esse pedido. Como, entretanto, todos temos nossas ocupações no Alto, sugiro que se estabeleça dia e hora certos cada semana, se assim convier, e eu estarei presente com a graça de Nosso Senhor. Tratando-se de programa a combinar, creio melhor ficar acertado que os leitores interessados procurarão informar-se com a Editora deste livro, sobre os detalhes combinados.

Irmãos queridos; várias imagens eu apresentei no decorrer de meus conselhos, com o objetivo de fixar em vossos Espíritos a necessidade imperiosa para todos vós, de vos preparardes desde já, desde hoje, sem mais perda de um dia, para entrardes no caminho que realmente vos convém. Recordo aqui aquela imagem do trem em grande velocidade, prestes a esmagar as crianças que brincam sobre o leito da via férrea como a mais expressiva de todas, por ser a que melhor traduz a iminência do perigo que ameaça cair sobre a face da Terra. Agarrai-vos, pois, àquela imagem, e considerai-vos fazendo parte do grupo de crianças despreocupadas, que é o que realmente pareceis aos Espíritos do Senhor que se preocupam com a vossa felicidade espiritual.

O mundo terreno necessita de ser todo revolvido, tal como sucede aos campos de cultura da Terra, para o lançamento de nova semente. O lavrador de tradição já executa essa tarefa intuitivamente, a fim de soterrar as ervas daninhas da superfície, e dar maior vigor à nova cultura. Assim o Grande Semeador tem de proceder em relação ao mundo terreno, destinado ao lançamento de nova semente, havendo necessidade de proceder a uma limpeza prévia do campo com o afastamento de outra espécie de erva daninha, que durante séculos e séculos tem impedido a sua progressão.

Isto posto, quero fazer-vos uma nova revelação, queridos irmãos leitores, revelação que sei excepcionalmente grata aos vossos corações. Nosso Senhor Jesus Cristo prepara-se para descer novamente à Terra, desta vez em Espírito, visível a quantos tiverem entrado em contato diário com Ele, pela maneira de todos conhecida. É que, desse contato diário, regular, permanente, uma nova faculdade será concedida aos Espíritos que assim procederem, faculdade que lhes permitirá ver e ouvir o Senhor em determinadas condições. Esta faculdade terá para os encarnados a finalidade de acelerar o progresso evolutivo de seus Espíritos, de maneira a eliminar dificuldades que ainda marcam a chegada de numerosos deles no seu regresso aos planos espirituais. Tal faculdade deve ser entendida como a concessão de uma graça do Senhor aos seus guiados da Terra, através da qual poderão pedir e receber aquilo de que possam necessitar. Mas não ficará apenas nisto, a graça do Senhor. Paralelamente se concederá poderes outros, como seja o de aliviar sofrimento e curar certas enfermidades, mediante a transmissão de forças magnéticas, que fluirão através do organismo físico dos dedicados servidores do Senhor na Terra, que poderão ser, se o desejarem, todos os leitores deste pequeno volume.

A Terra agita-se desde algum tempo em sua estrutura magnética, iniciando a formação de um processo evolutivo que deve acentuar-se nestes próximos decênios. Toda a superfície terrena tende a se amoldar inclusive a nova forma geológica, não sendo de surpreender que certas montanhas, em várias regiões, venham a fender-se com estrondo, dando curso ao volume gigantesco dos elementos concentrados no seu interior. Para abreviar direi apenas que a própria corografia terá de reajustar-se às realidades muito próximas.

Irmãos queridos: permitido me não é, por demasiado cedo, fornecer-vos maiores detalhes das próximas modificações na face da Terra. Para vós, entretanto, seja como Espíritos encarnados, seja como Espíritos livres no Espaço, tudo isso deve ser relegado a plano secundário, porque todo o vosso empenho, toda a vossa felicidade, devem consistir precipuamente na aquisição de maior luz espiritual, para que possais apreciar esses e outros fenômenos com a tranqüilidade com que nós outros, Espíritos de Deus, os contemplamos das nossas moradas no Além. E para isso, para que logreis aproximar-vos dessas nossas moradas em que a paz, a felicidade, o amor e a bondade são a nossa constante, bem pouco vos cumpre fazer: seguir apenas, de coração puro e elevado, os conselhos que aqui vos trouxe por determinação do Senhor, e tudo o mais ser-vos-á concedido por acréscimo.

Este vosso irmão mais velho, que passa a vosso servo no Alto, deseja reafirmar-vos o seu empenho em contribuir para que vos sintais absolutamente tranqüilos a respeito do que está para vir, uma vez que afiveleis ao vosso corpo espiritual este portentoso salva-vidas, que é o significado mais simplório que posso dar ao volume que hoje termino, com saudade imensa dos meses em que entre vós baixei para o grafar.

Nosso Senhor segreda-me neste momento uma última recomendação que em seu nome vos faço: sede mansos e pacientes com vossos filhos, com vossos parentes, amigos e conhecidos. Refreai qualquer princípio de cólera que porventura intente dominar-vos, mantendo vossa serenidade em quaisquer circunstâncias, para que possais receber toda a ajuda necessária.

Jesus me diz que todos vós podereis ser provados em vossa calma e resignação, com o objetivo de maior elevação para vós. Dominai-vos, pois. Em hipótese alguma deveis usar a violência contra vossos semelhantes. Nessa emergência, pensai rapidamente em Jesus, e a nuvem passará com a graça de seu socorro imediato. Mantende, pois, a vossa calma, confiando na ajuda do Senhor. Ajudai aos vossos irmãos necessitados no que puderdes, como se ao próprio Senhor estivésseis ajudando. Sede prudentes. Orai no início de qualquer atividade importante, pedindo para ela as bênçãos do Senhor, e seu êxito estará assegurado.

Finalmente, meus queridos, a minha despedida. Ficai na paz do Senhor, e que vossos Espíritos recebam através dos conselhos que vim trazer-vos, um poderoso jato de luz; que possa elevar-vos, em vosso regresso, à luminosa categoria dos mensageiros do Senhor.

Aqui se despede e ainda uma vez vos abençoa, em nome do Senhor Jesus, este vosso amigo e dedicado servo — o Irmão Tomé. Adeus.