Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

139ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS Ditada pelo Apóstolo Thomé Em 9-10-1971 Livro: Nova Ordem de Jesus – vol II Rio de Janeiro - Brasil SANTIFICAÇÃO HOJE MAIS FÁCILQUE NO PASSADO – O ADVENTO DO ESPIRITISMO VEIO FACILITAR O INTERCÂMBIO ESPIRITUAL – A PARTIDA DOS ENTES QUERIDOS DOS LARES TERRENOS – UMA EXPLICAÇÃO DO SENHOR JESUS



AS CIRCUNSTÂNCIAS que rodeiam a vivência de todos os homens e mulheres do presente, são-lhes muito mais propícias do que aquelas vividas pelas gerações que aqui estiveram há pelo menos quatro séculos. A vida terrena daquelas gerações pretéritas cifravam-se no trabalho de cada dia para alimentação do corpo que era tudo naquele tempo. Não havia como agora este intercâmbio espiritual que tão belos ensinamentos proporciona a todas as almas encarnadas de maneira a esclarecê-las acerca de numerosos detalhes da vida espiritual. No passado havia apenas os ensinamentos religiosos difundidos pelas diversas religiões existentes no mundo, aos quais se deve atribuir o desenvolvimento espiritual de muitas almas que lograram santificar-se pelos seus feitos em matéria religiosa. Hoje em dia, porém, que um intercâmbio magnífico existe entre o solo terreno e o mundo espiritual, a santificação das almas se tornou bem mais fácil de atingir pelas criaturas de boa vontade que dedicaram sua atenção aos conselhos e ensinamentos espirituais difundidos na Terra.

A propósito de santificação, o Senhor Jesus deseja esclarecer os Seus estimados leitores que se trata de um tipo de homenagem prestada pelas religiões às criaturas que mais se distinguiram na prática e difusão dos ensinamentos religiosos, homenagem esta que não ultrapassa as fronteiras do mundo terreno. As almas homenageadas na Terra com sua santificação religiosa, conduziram consigo as luzes e bênçãos conquistadas através dos seus trabalhos junto à coletividade, e isto é o que as distingue no seu regresso e permanência no mundo espiritual. Desta maneira se justifica a ausência dos títulos de Santo no mundo espiritual pelo fato de se tratar de um título puramente terreno. É certo que as almas que na Terra foram agraciadas com esse título honorífico, algo fizeram para merecê-lo através das suas atividades benéficas junto à coletividade, das quais terá resultado, porém, um maior ou menor volume de onças de luz incorporadas ao seu diadema espiritual.

Um fato digno de registro neste particular é encontrarem-se no mundo espiritual numerosas almas que na Terra foram agraciadas, duas, três e quatro vezes com o título de Santo com nomes diferentes, segundo as suas diversas encarnações. Um exemplo disto o Senhor Jesus apresenta precisamente no Espírito do instrumento que está psicografando estas Mensagens que é o Seu irmão Thiago de há dois mil anos e que por quatro vezes foi canonizado pela Igreja Católica em face dos seus belos trabalhos religiosos. No Alto, entretanto, este Espírito prefere conservar o seu nome de Thiago isento dos títulos recebidos na Terra aos quatro nomes diferentes que usou nos dois últimos milênios.

Voltando ao intercâmbio espiritual o Senhor Jesus deseja dizer a todas as almas encarnadas que isto representa a maior ajuda que as mesmas poderiam esperar para as conduzir mais rapidamente à sua desejada redenção. Segundo os ensinamentos e conselhos recebidos através das obras psicografadas na Terra, tem as almas encarnadas em suas mãos o maior volume de elementos da maior utilidade para o seu progresso espiritual. Não foi sem um grande esforço que as Forças Superiores conseguiram enviar à Terra os instrumentos mediúnicos do presente, desejosas de difundirem por este meio as messes de ensinamentos que estão chegando à Terra.

Bem certo é que alguns bons instrumentos aqui estiveram no passado, alguns dos quais divulgaram certos fatos relacionados com a mediunidade. O ambiente terreno, contudo, ainda demasiado impregnado de materialidade hostilizava aquelas manifestações mediúnicas onde as mesmas apareciam. As Forças Superiores não desanimaram, porém, até que se tornou possível fundar no solo da França a instituição do Espiritismo, como base do desenvolvimento da psicografia. E de tal modo progrediu aquela instituição, que o próprio Senhor Jesus pode utilizá-la para desenvolver os fundamentos desta Sua NOVA ORDEM, com o objetivo de trazer à Terra em letra de imprensa, este volume de conselhos e ensinamentos que muito deve contribuir para o desenvolvimento espiritual e conseqüente redenção das almas presentemente encarnadas.

Uma pergunta que poderá surgir na mente dos leitores destas Mensagens é se as almas atualmente encarnadas não conheciam os ensinamentos ora divulgados pelo Senhor e outras Entidades, quando ainda se encontravam no plano espiritual, isto é, antes de reencarnarem. O Senhor Jesus esclarece a respeito os leitores que porventura formularem mentalmente a pergunta, que, efetivamente, as almas desencarnadas no plano espiritual conhecem todos os fatos nele verificados, assim como vós outros acompanhais os fatos verificados no solo terreno. Dá-se, porém, o fenômeno seguinte: as almas ao descerem à Terra para iniciarem a construção do seu veículo carnal no ventre materno perdem totalmente a sua memória espiritual para iniciarem uma vida terrena completamente nova e independente daquelas que anteriormente viveram. E não possuindo a memória espiritual que deixaram no Alto, elas necessitam de orientação e assistência espiritual que lhes permitam dirigir seus passos pelos caminhos certos enquanto na Terra, para que não venham a praticar determinadas ações influenciadas por forças negativas ou guiadas pelo próprio instinto. Essas foram as condições em que muitas e muitas gerações viveram na Terra em épocas remotas, durante as quais as almas pouco evoluíram ou até se cobriram de faltas morais que as obrigaram a voltar em séculos futuros para o necessário resgate, como já estais informados.

Como, porém, determinado está desde alguns séculos que o século atual deverá tornar-se decisivo ao progresso de muitos milhões de almas que aqui se encontram, foi decidido em várias assembléias realizadas no Alto, que uma ajuda substancial fosse trazida à Terra, no sentido de impulsionar o desenvolvimento espiritual da população terrena. De maneira que, para a grande maioria das almas encarnadas da atualidade, os conselhos e ensinamentos ora difundidos através de obras mediúnicas, são para muitas almas apenas recordações do que elas aprenderam em suas vidas anteriores para que bem se conduzam na atual. Para outras menos evoluídas são ensinamentos que lhes permitirão encontrar e seguir o caminho que mais convém ao seu desenvolvimento espiritual, ou seja, a sua maior felicidade. Acredita o Senhor Jesus ter esclarecido devidamente a pergunta mentalmente formulada por alguns dos Seus estimados leitores.

Em seguida o Senhor Jesus deseja conversar um pouco a respeito de outro assunto de grande interesse para a vida terrena de todas as almas encarnadas que é o seguinte: – É costume muito antigo de quase toda a população terrena entregar-se a uma profunda tristeza sempre que ocorre a partida dos seus lares, de um ente querido que regressou ao seu plano de vida espiritual. Isto acontece pelos dois motivos seguintes. Em primeiro lugar em face do grau de afeto existente entre os parentes mais próximos do ente que partiu, como se houvesse interrompido o laço afetivo que os unia. Uma saudade imensa se instala então nos corações que ficam, na suposição de haverem perdido para sempre aquela alma querida cujos olhos materiais se fecharam para sempre. Esse é, em regra, o primeiro motivo da profunda tristeza que se apodera dos corações.

O segundo motivo consiste no fato de as pessoas que formam as famílias dos lares atingidos com a perda de um parente querido, ignorarem o processo de formação desses lares pela organização existente no mundo espiritual. Segundo essa organização, as almas descem à Terra para uma nova encarnação portando cada qual a sua carta-de-vida, na qual se encontram assinalados os pontos marcantes dessa encarnação, inclusive aquele em que deverá deixar na Terra o corpo de carne para regressar ao seu plano no Além. Atingido este ponto, a alma se despede da Terra e dos que lhe são caros em face da convivência de alguns anos no mesmo lar, e voa de regresso ao lar que deixou no mundo espiritual. Não deve, por conseguinte, ser considerada uma infelicidade, a circunstância de uma criatura estimada fechar os olhos do corpo e partir de um lar terreno, porque isso fazia parte da sua carta-de-vida e por isso se cumpriu. Também não deve ser tida essa partida por parte das pessoas que ficaram como uma despedida para sempre, porque realmente não o é, mas uma ausência temporária e nada mais. Cada uma das pessoas familiares da alma que partiu terão oportunidade de encontrar aquela alma querida no seu lar espiritual ao deixar o corpo na Terra quando o seu dia chegar, e então se reencontrará no mundo espiritual com sua alma querida que não morreu absolutamente porque as almas não morrem nunca. O verbo morrer aplica-se exclusivamente aos corpos físicos quando abandonados pela alma (Espírito) que os construiu e usou como seu veículo na Terra. As almas, essas são infinitas como a própria Divindade, e se aprimoram constantemente em suas múltiplas reencarnações. Daí se encontrarem freqüentemente no solo terreno, nos mesmos lares ou não, almas que logo se afeiçoam estreitamente, sinal evidente de antigo conhecimento, como irmãos que foram nos mesmos lares terrenos e agora se reencontram na Terra. Isto é um dos resultados das inúmeras encarnações das almas.

Nas reencarnações há o caminho certo para a aproximação das pessoas em determinados trabalhos, ou o reencontro em virtude de faltas cometidas no passado.

Tenha conhecimento da vida espiritual, para ter certeza do reencontro com o ser amado.

O Senhor Jesus proporciona assistência espiritual e orientação aos interessados, assegurando-lhes passos certos e seguros na vida— estes ensinamentos também evidenciam seu auxílio, assim como todo o progresso da Terra.

A instituição do Espiritismo na França tornou possível ao Senhor Jesus lançar os fundamentos desta Sua NOVA ORDEM.

Por que a elevação espiritual hoje é mais fácil que no passado?

Certo da sua transcendência, PROSSIGA RUMO AO ESPAÇO!


EVITE OS DESVIOS pela força das orações fervorosas!