Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

145ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS Ditada pelo Apóstolo Thomé Em 30-10-1971 – psicografia: Diamantino Coelho Fernandes Rio de Janeiro – Brasil – Livro: Nova Ordem de Jesus vol II A AJUDA DO SENHOR ÀS ALMAS ENCARNADAS – CHEGARAM OS TEMPOS – NECESSÁRIO MODIFICAR ANTIGA MANEIRA DE PENSAR – MOTIVOS DA VIVÊNCIA TERRENA - MANDAMENTO EVANGÉLICO – APELO AOS DIRIGENTES RELIGIOSOS – COMO OUVIR O SENHOR



A PRESENÇA DO SENHOR JESUS no solo terreno deve ser tida como um fator de ajuda a todas as almas encarnadas para que possam alcançar mais rapidamente o grau de progresso espiritual que vieram buscar em sua presente encarnação. Para esse objetivo o Senhor Jesus fundou na Terra esta Sua NOVA ORDEM, através da qual está difundindo ensinamentos espirituais que todas as pessoas necessitam de conhecer para a sua maior felicidade.

Chegaram os tempos de divulgar na Terra os ensinamentos e conselhos que o Senhor está divulgando por meio destas Mensagens, as quais o Senhor deseja sejam lidas e estudadas em todo o mundo terreno, como a Sua melhor ajuda à evolução de todas as almas encarnadas. Os tempos marcham céleres, envolvendo em sua marcha todos os seres da criação, sobretudo os homens e as mulheres que se encontram na Terra.

O próprio mundo terreno está evoluindo satisfatoriamente em todos os quadrantes, elevando e aprimorando o nível de suas vibrações em torno de todos os seres viventes em sua superfície. Os homens e as mulheres como seres espirituais que são, devem meditar neste fato e considerarem a necessidade de também se aprimorarem para que possam acompanhar as diversas circunstâncias dos tempos que correm. Há necessidade e urgência de que os seres humanos modifiquem fundamentalmente a sua antiga maneira de pensar em relação à vida terrena, passando a considerá-la como uma oportunidade que lhes foi concedida no mundo espiritual após um estágio de um século ou mais á espera desta oportunidade. E, porque vieram ao solo terreno estes milhões de almas que aqui se encontram encarnadas? – pergunta-lhes o Senhor Jesus. O Senhor responde Ele próprio dizendo que não foi absolutamente para amealhar tesouros nem para amontoar fortuna material. A vinda de todas as almas ao solo terreno para uma vivência de poucos decênios, tem por objetivo fundamental estes dois motivos: aumentar a sua luz espiritual e engrandecer-se na fé. Um e outro destes objetivos constituíram o grande desejo manifestado no Alto pelas almas que se encontram na Terra, por serem realmente a grande aspiração de todas as almas.

Acontece entretanto, que uma vez encarnadas, as almas se deixam empolgar pelos atrativos da vida terrena e esquecem ou menosprezam aqueles dois importantes objetivos. Estivessem as religiões terrenas preparadas para ministrar às almas encarnadas os ensinamentos que as levariam a recordar a memória espiritual, isto ainda contribuiria para amenizar a situação de cada uma, ajudando-as a seguir na vida terrena um caminho reto e seguro para atingirem os objetivos que as trouxeram à Terra. Como, porém, tal não acontece, até porque as próprias religiões se ressentem da falta de conhecimentos espiritualistas para ministrar aos seus fiéis, deliberou o Senhor Jesus vir Ele próprio e se instalar no solo terreno para aqui divulgar esta palavra escrita para conhecimento de toda a população.

Sabe o Senhor Jesus que existem credos religiosos conhecedores de vários princípios espirituais somente ministrados aos adeptos de grau superior nas suas organizações, onde se realizam trabalhos de alta espiritualidade com a presença freqüente de Grandes Entidades do mundo espiritual. Trata-se, porém, de reuniões privativas, cujos estudos permanecem vedados ao conhecimento do público. Há necessidade de que esses credos ditos religiosos preparem informações e conselhos a serem divulgados ao povo interessado em conhecer detalhes das leis espirituais, com o objetivo de as aplicarem em suas vidas do presente. É necessário cumprir o mandamento evangélico que manda retirar a lâmpada de debaixo do alqueire e colocá-la no velador, para que sua claridade se estenda a todas as criaturas. São chegados os tempos de transmitir a todas as almas encarnadas os princípios espirituais que todas necessitam de conhecer para o seu mais rápido progresso anímico. Os tempos presentes são propícios a esta divulgação a todas as almas encarnadas no mundo inteiro, dado o grau evolutivo já alcançado por sua grande maioria, em véspera de atingir a própria redenção espiritual.

O Senhor Jesus faz aqui um novo e veemente apelo aos dirigentes religiosos de todo o mundo terreno, no sentido de que reformem as suas organizações no que respeita aos ensinamentos ministrados aos respectivos adeptos, para lhes dizer que chegaram os tempos de falar claro a respeito da vida humano-espiritual de cada um. Retirem, por obsoleto, o ensinamento a respeito da existência do purgatório e do inferno, que jamais existiram. Diga-lhes então, que esses dois estágios imaginados poderão existir apenas na consciência das almas que mal se conduziram na vida terrena, e tais sejam as infrações cometidas contra as leis divinas, poderão vir a sentir-se num estado mental que lhes parecerá um purgatório ou inferno, segundo o seu estado de consciência. Liberem, porém, o Criador, da responsabilidade de haver construído esses dois estágios no mundo espiritual para punir os filhos faltosos regressados da Terra. O fato é que numerosas almas desencarnadas que na Terra se filiaram às religiões que pregam a existência do purgatório e do inferno, ao chegarem de regresso ao mundo espiritual numa completa ignorância das leis espirituais, são freqüentemente vítimas da maldade de outras almas que procuram convencê-las de que elas estão no inferno ou purgatório, jogando sobre essas pobres almas a idéia desses estágios. Há felizmente no mundo espiritual várias organizações de almas evoluídas, incumbidas de desfazer aquelas idéias malévolas que tanto fazem sofrer as almas que podem dominar, e as retiram desse ambiente e as esclarecem, dizendo-lhes que tanto o purgatório como o inferno jamais existiram, não passando de criações fantasiosas das religiões terrenas. Assim esclarecidas, aquelas almas logo adquirem a tranqüilidade espiritual, apenas se sentindo perturbadas quando possuírem casos de consciência para isso.

O Senhor Jesus faz então um apelo às religiões que cultivam o purgatório e o inferno para que destruam esses estágios e não mais falem deles aos respectivos adeptos, dando-lhes em troca os ensinamentos espirituais trazidos pelo Senhor através destas Mensagens, com os quais ajudarão as almas encarnadas a se voltarem para o mundo espiritual e para a Divindade através da oração.

O Senhor Jesus coloca-se à disposição dos dirigentes religiosos que desejarem esclarecimentos diretos do Senhor Jesus a respeito destas Mensagens, dizendo-lhes que estará pronto a fornece-los na própria sede das organizações religiosas, onde comparecerá no dia e hora em que O chamarem. Para que isso aconteça, faz o Senhor a seguinte recomendação: reúnam-se os dirigentes religiosos em torno de uma mesa sem toalha, em número de três, cinco ou sete, tendo a frente de cada um uma folha de papel branco, liso, e um lápis pronto para escrever. O presidente da reunião elevará uma prece ao Criador, rogando a presença do Senhor Jesus à reunião com o fim de algo dizer à guisa de conselhos ou ensinamentos, através da mediunidade psicográfica de qualquer dos membros presentes. Todos estes se munirão do lápis e aguardarão a inspiração do Senhor sobre o que devem escrever. Recebida à idéia inspirada pelo Senhor Jesus escrevam-na calmamente no papel, certos de que algo receberão no sentido desejado. O Senhor Jesus muito deseja comunicar-se por esse meio com os dirigentes religiosos do mundo terreno, com o fim de lhes transmitir Sua própria orientação em favor da maior eficiência de suas organizações religiosas, que o Senhor deseja prestigiar e ajudar. Mas o Senhor adverte que, se verificado for que os Seus conselhos e ensinamentos serão posto de lado ou engavetados quando contrários ou discordantes dos cânones dessas organizações, se tal acontecer, o Senhor muito o lamentará, mas deixará de comparecer às novas reuniões. Contudo, espera o Senhor Jesus poder entrar em contato com todos os dirigentes religiosos que sinceramente desejem ouvi-lo com o propósito de se adaptarem aos ensinamentos em benefício do progresso geral da humanidade.

É pensamento do Senhor Jesus dar à Sua NOVA ORDEM o caráter de uma verdadeira religião a se espalhar por toda a Terra, com a finalidade de iluminar com seus ensinamentos e conselhos todas as almas encarnadas. O Senhor gostaria então, que uma vez aceitos os Seus ensinamento espirituais, alguma das confrarias existentes se preparasse para desempenhar as funções desta NOVA ORDEM DE JESUS e se incumbisse da sua divulgação a todos os recantos da Terra. O Senhor aguarda qualquer manifestação neste sentido.

Tratando-se de um amistoso convite e sublime promessa do Chefe Espiritual, os Dirigentes Religiosos não deverão desprezá-la.


Enviem esta Mensagem, sem qualquer encaminhamento ou comentário, aos Dirigentes Religiosos de seus países, de preferência traduzida para o seu próprio idioma.