Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

sábado, 1 de junho de 2013

83ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS - Livro: Nova Ordem de Jesus - Vol II





Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 27-3-1971
Rio de Janeiro - Brasil

SETE BILHÕES DE ALMAS NA TERRA – CRUZADA DE ENSINAMENTOS
– ÚNICA FORTUNA A CONDUZIR – COMBATE AOS ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS – O MAIS BELO E ÚTIL ENSINAMENTO – PURGATÓRIO, CÉU E INFERNO, CRIAÇÕES FANTASIOSAS

OS ACONTECIMENTOS em curso neste mundo terreno hão de ficar gravados na História da Terra, como uma de suas fases mais importantes desde que este planeta recebeu os primeiros seres humanos, necessitando agora de algumas modificações para melhor servir à sua população crescente. O Senhor Jesus deseja oferecer condições favoráveis de vivência a cerca de dez bilhões de almas encarnadas até o fim do século XXI, tal é o número de almas a constituir a população terrena. Para que esse número de seres humanos aqui possa viver, tornou-se necessário modificar a superfície do planeta em várias regiões, conforme foi dito e repetido em Mensagens anteriores, e nos livros que constituem a Grande Cruzada de Esclarecimento, já bastante divulgados. Tal modificação uma vez concluída deixará o planeta em condições de proporcionar aos seres humanos tudo quanto possam necessitar para uma vivência tranquila, com real aproveitamento para o seu progresso espiritual.

O Senhor Jesus deseja esclarecer alguns leitores a respeito da Sua Cruzada de Esclarecimento, constante das obras ditadas por Seus emissários Thomé, Paulo de Tarso, aqueles que ditaram os cinqüenta capítulos do livro Vida Nova e o Corolarium ditado por sua Mãe Excelsa. A deliberação do Senhor Jesus de trazer à Terra aquela Cruzada de Esclarecimento, resultou da observação feita no solo terreno em torno dos ensinamentos ministrados pelos diversos credos religiosos aos seus adeptos ensinamentos falhos precisamente naquilo que os deveria constituir. Constatada esta falha em matéria de ensinamentos religiosos os quais se circunscrevem aos imperativos da vida material, deliberou o Senhor Jesus mandar preparar aquela série de conselhos e ensinamentos ditados pelos Seus emissários, para ajudar as almas encarnadas no seu esforço em prol do engrandecimento espiritual.

Sabendo-se que todos os homens e mulheres são Espíritos encarnados com a finalidade de adquirirem novos focos de luz espiritual é necessário dizer-lhes que ao fim de sua presente vivência na carne, eles regressarão ao plano espiritual a que pertencem, donde vieram à Terra. E dizendo-lhes o que aí fica, é necessário acrescentar que todo o esforço que fizerem no sentido de se engrandecerem materialmente pela aquisição de bens de fortuna ou entesouramento de dinheiro, esse esforço em nada poderá contribuir para a sua elevação e felicidade espiritual. A única fortuna que os seres humanos podem conduzir ao se despedirem do corpo físico, é o maior ou menor volume de bençãos e luzes que houveram conseguido incorporar ao seu patrimônio espiritual.

Outra observação feita pelos emissários do Senhor ao meio terreno, em relação aos diversos credos religiosos, é o empenho de quase todos em combater os ensinamentos espirituais, por contrários aos seus interesses religiosos. Para esclarecer devidamente este ponto, foi que o Senhor Jesus enviou à Terra os luminosos Espíritos que ditaram as obras da Sua Grande Cruzada de Esclarecimento, as quais o Senhor gostaria de ver difundidas por toda a superfície terrena. 

O mais belo e mais útil ensinamento que se poderá levar a todos os homens e mulheres é dizer-lhes que todos hão de regressar um dia ao plano espiritual de onde vieram à Terra, e tal seja o grau de esclarecimento espiritual que aqui tiverem alcançado, o mesmo irá determinar o plano espiritual no qual passarão a viver. Passaram já, e muito longe vão, os tempos em que se ameaçava com o purgatório ou inferno, as almas que na Terra procuravam cumprir a sua encarnação. 

Já sabem hoje em dia que tanto o purgatório como o inferno não passavam de criações fantasiosas para atemorizar as almas encarnadas. O que existe há milênios de milênios são apenas estágios no mundo espiritual nos quais passam a viver as almas cuja vibração espiritual com eles se harmonize, até que, pelo seu esforço de aprimoramento possam ascender a planos mais harmoniosos e felizes.

Dizer-se às almas de boa fé que um inferno de chamas as poderá tragar ao regressarem da Terra, é induzir em erros essas almas, ao mesmo tempo que mal julgar toda a grandeza do Criador que é todo Bondade, Amor e Caridade. Como haveria o Criador de permitir que uma idéia criada por Ele na Mente Divina, vivendo a sua vida evolutiva através dos vários milhões de anos, fosse condenada ao fogo eterno do chamado inferno, por não ter sabido orientar-se numa de suas encarnações? 

Nada disso, estimados leitores. O caminho das almas faltosas é bem outro, conforme já foi dito em Mensagens anteriores. O caminho a ser seguido no mundo espiritual pelas almas que faliram moralmente em sua vida terrena, por haverem cometido falta grave contra as leis divinas, será em direção ao outro planeta de nível bastante inferior a Terra, no qual, em contatos com elementos de sua força moral irão polir as arestas que ainda possuem, até que possam voltar a Terra, se tal lhes for permitido.

Isto pode ser tão triste e desagradável para as almas que em tal circunstância se encontrarem, que todas certamente prefeririam voltar ao seu passado na Terra para seguirem caminhos melhores. O Senhor Jesus chama a atenção das diversas religiões existentes na Terra, para que reformem a base de seus ensinamentos, para bem esclarecerem os seus adeptos quanto às conseqüências dos respectivos atos. Reformem a base de seus ensinamentos para dizerem aos seus adeptos que não se vive uma vez, mas centenas de milhares de vezes, até que possam alcançar a desejada redenção espiritual. 

Reformem os seus ensinamentos, para dizerem aos seus adeptos que todos eles são Espíritos reencarnados em busca de novos focos de luz espiritual, os quais só poderão alcançar através da prece e da meditação diária, e pela prática de obras meritórias em favor do semelhante.

E quanto ao céu? - poderá desejar indagar algum dos estimados, leitores. O céu é igualmente o produto da mesma idéia fantasiosa que criou o purgatório e o inferno. A idéia do céu foi criada para assinalar às almas encarnadas o lugar mais belo, mais luminoso e mais feliz a ser alcançado por quantas conseguissem viver uma vida de real pureza, iluminada com orações diárias à Divindade. 

O que existe de fato, no mundo espiritual em tal sentido, é um plano da mais alta vibração espiritual, habitado por uma categoria de almas que souberam viver uma vida justa, de paz e harmonia consigo mesmas. A este plano são encaminhadas às almas que aqui viveram sua existência dentro de uma linha da mais perfeita moral, e se dedicaram em suas possibilidades, a ajudar e servir aos seus semelhantes. Não é a condição material por mais sólida que recomenda as almas à vivência espiritual naquele plano altamente iluminado. 

Muitas almas que vivem na obscuridade terrena, portadoras de um patrimônio milenar de boas obras no serviço divino na Terra, têm lugar assegurado naquele plano que designais de céu, no qual vive o Senhor Jesus e todas as Entidades da Sua Corte.

O desejo do Senhor Jesus é que todas as almas presentemente encarnadas se preparem desde agora para se tornarem também habitantes do Seu luminoso plano no mundo espiritual. Isto dependerá apenas da determinação de cada uma em seguir os conselhos e ensinamentos que o Senhor vem ditando em Suas Mensagens, no que não haverá nenhuma dificuldade. 

Habituando-se a orar diariamente a Divindade e procurando pautar os atos de sua vida material dentro dos princípios estabelecidos nas leis divinas, todos os homens e mulheres do presente encontram-se habilitados a viver no próprio plano do Senhor Jesus ao se despedirem do seu corpo atual. Difícil isto? Absolutamente, estimados leitores.

O vosso passado multimilenar, vivido em circunstâncias as mais diversas, nas quais tereis sido, por exemplo, mineiros, agricultores, soldados, marinheiros, pescadores, escravos muitos de vós, operários em várias especialidades, alguns que foram médicos, homens da lei, juízes, políticos, trabalhadores anônimos, tendo percorrido a escala acima e ainda outras, o Senhor Jesus vos declara que vos encontrais em situação de poderdes alcançar o Seu plano de vida, aquele desejado céu das religiões terrenas, com o mínimo de vosso esforço. Como proceder? Muito facilmente. Inicialmente procurai conhecer as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento, cuja leitura de certo vos empolgará pelo muito que vos ensinará, as quais desejareis reler muitas vezes. Estas obras vos esclarecerão de tal maneira acerca da vossa vida espiritual, que de certo passareis a viver na realidade esse tipo de vida ainda com os vossos pés no solo firme da Terra. Vossas almas se hão de regozijar com a leitura daquelas obras, cujos conselhos e ensinamentos serão para elas a recordação de quanto aprenderam no mundo espiritual para praticar na Terra. 

Não tendo tido oportunidade de ouvir das religiões terrenas o que nas citadas obras se encontra, eis por que até hoje se encontram muitas almas vivendo uma vida instintiva, isoladas do contato com as Forças Superiores, a Divina Providência. Mas ainda é tempo de começar estimados leitores.