Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

domingo, 20 de outubro de 2013

135ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS Livro: Nova Ordem de Jesus Vol II Ditada pelo Apóstolo Thomé Em 25-9-1971 Rio de Janeiro - Brasil PREDOMINÂNCIA DO SENTIMENTO MATERIALISTA SOBRE O ESPÍRITO RELIGIOSO – NECESSIDADE DE UMA REFORMA SUBSTANCIAL NOS ENSINAMENTOS RELIGIOSOS – SÓ A DIVINDADE POSSUI PODERES PARA PERDOAR – OUTROS DIRIGENTES RELIGIOSOS EMPREENDERÃO AS REFORMAS NECESSÁRIAS




O SENHOR JESUS tem percorrido todos os países da Terra com Sua equipe de assessores espirituais, com o objetivo de colher impressões locais acerca da vivência dos seres humanos em cada um desses países. Tem constatado o Senhor Jesus ao longo destas Suas visitas a predominância do sentimento materialista na grande maioria das populações, com ausência quase total do espírito religioso tão necessário ao progresso espiritual de todas as almas encarnadas. Não basta às almas que se encontram no solo terreno ouvirem o que dizem seus mentores religiosos, mas procurar seguir e praticar os seus ensinamentos para o encaminhamento
de seus atos e pensamentos para o mundo espiritual.

Das observações realizadas pelo Senhor Jesus nestas visitas a todos os países da Terra, o Senhor já concluiu da necessidade de uma reforma substancial nos ensinamentos e práticas religiosas na Terra, com vistas à espiritualização das almas encarnadas. Esta espiritualização devidamente encaminhada pelos mentores espirituais que hão de surgir por toda parte, terá o mérito de implantar a fé nos corações de todos os homens e mulheres, e em conseqüência atrair para cada um de per si maior paz e tranqüilidade. A espiritualização das almas encarnadas terá ainda o mérito de
aproximá-las das Forças Superiores do mundo espiritual, que muito desejam ajudar as almas da Terra em sua caminhada para a espiritualidade.

Não é pensamento do Senhor Jesus combater o que na Terra existe em matéria do ensino religioso, porque bem reconhece a sinceridade e o esforço dos mentores de todas as religiões no sentido de contribuírem com seus ensinamentos para o adiantamento das massas. Chegados, porém, ao início de um novo século destinado a modificar substancialmente, desde a estrutura terrena até ao ensino religioso, há necessidade de que as religiões terrenas procedam por sua vez também a uma reforma substancial em seus ensinamentos, de maneira a atraírem as atenções de seus adeptos para a vida espiritual, que é a vida verdadeira. Para isso o Senhor Jesus convida os dirigentes das religiões terrenas a fecharem seus livros multisseculares de ensinamentos e se voltarem para as obras espiritualistas recebidas mediunicamente na Terra, nas quais hão de encontrar preciosas fontes de ensinamentos a serem ministrados aos seus adeptos. O Senhor Jesus recomenda especialmente a leitura das obras que constituem a Grande Cruzada de Esclarecimento, organizadas no mundo espiritual sob Sua orientação direta, e trazidas à Terra por emissários Seus, sendo uma delas ditada por Sua própria Mãe, nas quais se encontram exarados os mais belos ensinamentos. Estas obras foram delineadas para abranger os pontos mais importantes dos ensinamentos espiritualistas a serem ministrados aos homens e mulheres que cumprem suas vidas terrenas. É claro que nas obras acima citadas não se encontram recomendações a respeito, por exemplo, da prática da confissão, da comunhão, como da maceração do corpo como preceito religioso, sendo este último um absurdo por completamente inócuo. Sobre a confissão e comunhão já o Senhor falou em Mensagem anterior, para condená-las como meio de alcançar a elevação espiritual. É necessário proclamar perante as massas humanas que só a Divindade possui poderes para receber, julgar e perdoar as faltas praticadas pelas almas encarnadas e mais ninguém, e isto deve ser feito numa confissão direta a Divindade nas horas de deitar, após a elevação de uma prece à Divindade. Este é o melhor momento das almas encarnadas entrarem em contato direto com a Divindade de coração aberto, para que a confissão que tiverem de fazer possa ser recebida e entendida pela Divindade. Confessando-se à Divindade no silêncio do seu dormitório e pedindo o perdão que merecerem, os homens e as mulheres receberão da Divindade, ou a absolvição das faltas confessadas, ou a orientação a seguirem daí em diante, o que lhes será comunicado intuitivamente. Este será ao mesmo tempo um ato de comunhão espiritual com a Divindade, que fará descer suas bênçãos e graças sobre as criaturas confessadas. Este é um dos ensinamentos a serem ministrados de agora em diante às almas encarnadas em todas as regiões da Terra, o qual por si só terá o mérito de aproximar as almas da Divindade. O Senhor Jesus sabe bem avaliar a resistência que esta Sua recomendação irá encontrar por parte de alguns dirigentes religiosos apegados aos princípios nos quais se preparam para o desempenho de suas missões. E sabendo disso, e talvez da impossibilidade de encontrar a necessária acolhida para as Suas palavras,
o Senhor Jesus aguardará que o tempo e conseqüente substituição dos atuais chefes religiosos por aqueles que os substituirão, se incumba de pôr em prática as reformas fundamentais dos princípios religiosos vigentes. 

Considerando o grau evolutivo da maioria da população atual da Terra, constituída por almas já possuidoras de elevado nível espiritual, os ensinamentos religiosos praticados sobretudo no Ocidente não encontram boa aceitação pela maioria das almas encarnadas, que requerem ensinamentos mais adiantados. 

O Senhor Jesus deseja deixar aqui algumas palavras dirigidas aos dirigentes religiosos e seus milhares de sacerdotes, dizendo-lhes que em absoluto vem condenar as suas atividades no campo religioso, reconhecendo o muito que realizaram até agora de útil e proveitoso no encaminhamento das almas para a Divindade. Os tempos, porém, são outros, com a vinda à Terra de muitos milhares, milhões mesmo, de almas altamente evoluídas, com a missão de impulsionarem o progresso terreno em todos os setores. O setor religioso, por exemplo, que deve constituir a base moral de todo o progresso terreno, deve sofrer radical transformação em seus princípios fundamentais para que possa acompanhar o desenvolvimento das almas encarnadas. É necessário cuidar especialmente da espiritualização dos homens e mulheres a fim de manter em seus corações a chama da fé que trouxeram do mundo espiritual, e a ele se manterem ligados permanentemente. 

As almas espiritualizadas que se mantiverem ligadas diariamente à Divindade conforme o Senhor vem recomendando em todas as Suas Mensagens, incorrerão num mínimo de infrações às leis espirituais ou divinas, ao contrário das demais, aquelas que preferirem viver uma vida terrena desligada da Divindade.

Estas recomendações e exemplos contantes das Mensagens do Senhor, foram trazidos à Terra para serem cumpridos efetivamente, e não sujeitos à boa ou má vontade dos seres humanos. A linguagem usada pelo Senhor, uma linguagem simples e amiga dirigida a todas as almas encarnadas, é a única linguagem do Senhor Jesus, absolutamente destituída do sentimento de imposição. É, entretanto, a maneira pela qual o Senhor prefere dirigir-se a todos os homens e mulheres, certo de que todos lhe darão sua melhor atenção como almas encarnadas que são em busca de novas luzes e bênçãos espirituais. 

Assim, pois, aqueles que entenderem de desprezar quanto o Senhor veio escrever na Terra, para prosseguirem numa vivência cem por cento dedicada aos interesses da matéria, estão sujeitos, possivelmente, a uma destas alternativas: ou mergulhar num dos abismos invisíveis que se encontram ao longo do caminho de todas as almas encarnadas, do qual só muito dificilmente conseguem sair após muito meditar, ou, o que pior será para eles, terem de deixar o corpo na Terra e voar para os planos do Além a fim de corrigirem o que não souberam fazer na Terra.

Vedes pelo que aí fica, que o Senhor Jesus apenas discorre sobre quanto convém às almas encarnadas, sem contudo fazer a menor imposição. Deseja, porém o Senhor, que Suas palavras mereçam a melhor atenção de todos os leitores em seu exclusivo benefício. O século XXI deverá assinalar uma modificação substancial para melhor em toda a vida terrena, está a exigir determinadas modificações também na maneira das almas encararem a oportunidade de sua vivência terrena. Nenhuma das almas que se encontram na posse de corpos físicos na Terra imaginaram possuí-los para seu deleite no solo terreno, ao esperarem dezenas e dezenas de anos no mundo espiritual para reencarnarem. A presença, pois, do Senhor Jesus ditando estas Mensagens, deve servir para despertar em cada alma encarnada a consciência dos seus deveres e compromissos assumidos no Além perante as Forças Superiores. Espera, portanto, o Senhor Jesus, que nenhum leitor destas Mensagens venha a subestimar a palavra que o Senhor veio especialmente grafar na Terra como fundamento da Sua NOVA ORDEM, com a qual espera o Senhor poder acelerar o progresso espiritual da humanidade terrena. O tempo urge, por conseguinte, para que todas as almas que vivem mais uma encarnação na face da Terra se voltem para a Divindade por meio de sua oração e meditação noturna. Aquelas que o não fizerem, seja por alegada falta de tempo ou esquecimento, registrem desde agora este aviso do Senhor: preparem-se para enfrentar um possível abismo ao longo da sua caminhada, do qual dificilmente sairão, ou, se preferirem, uma partida inesperada do mundo terreno e regresso ao respectivo plano espiritual.

O Senhor Jesus não deseja absolutamente assustar no mínimo que seja aos seus estimados leitores; antes prefere adverti-los do que poderá acontecer àqueles que entenderem pôr de quarentena as Suas palavras, sob o pretexto de não serem possivelmente autênticas. O Senhor sabe que muitas almas assim pensam, em face da sua suposição de não ser possível estar o Senhor Jesus em contato com o solo terreno em face da Sua elevação como Governador do mundo terreno. Mas o Senhor esclarece as almas que se assim pensam, que precisamente pela Sua qualidade de Governador do planeta, é que o Senhor aqui se encontra em contato com os Seus governados para assisti-los, esclarecê-los e ajudá-los no caminho do seu mais rápido progresso espiritual. Este é efetivamente um dos motivos pelos quais o Senhor Jesus se encontra instalado no solo terreno.