Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

CAPÍTULO I - Livro: Corolarium – ditado pelo Espírito de Maria de Nazareth ao médium Diamantino Coelho Fernandes Para servir ao Senhor Jesus. — Objetivo de minha descida ao solo terreno. — Muitas coisas eu pretendo dizer-vos neste livro. — Firmaremos o propósito de nos reunirmos mais tarde no mundo espiritual.





PARA SERVIR também ao Senhor Jesus, no seu esforço de esclarecimento dos filhos e filhas encarnados, resolvi descer por minha  vez ao solo terreno, para dirigir algumas palavras do meu coração ao coração das minhas muito estimadas filhas e filhos terrenos. Esta tarefa eu a pedi ao Senhor, considerando que nunca será demasiado repetir o que já foi dito por outras Entidades missionárias, em livros que circulam  abundantemente pela Terra.

Esta minha  resolução foi absolutamente espontânea e justificada pelo desejo imenso que também nutro, de que todas as almas que vierem a desencarnar em consequência dos acontecimentos que aí estão programados, possam encontrar-se devidamente preparadas para regressar ao seu plano de vida espiritual. 

Efetivamente, tanto o Senhor Jesus como eu, e todas as Entidades da Corte Celeste, se encontram empenhadas em proporcionar às almas encarnadas no plano físico, a maior assistência espiritual que imaginar se possa, visando à sua maior felicidade após deixarem na Terra o seu invólucro carnal.  Esta minha  resolução, filhas e filhos que muito estimo em meu coração, deve ser considerada absolutamente extraordinária em minha  vida de Mãe do Senhor Jesus, pelo fato de vir à Terra ditar este livro, pela primeira vez na minha  qualidade de Espírito. 

Conforme haveis de saber através de outros escritos, eu tenho estado reencarnada por diversas vezes, sempre no cumprimento de tarefas de serviço do Senhor, e a todas pude dar o mais cabal desempenho, arrostando, em todas essas encarnações, dificuldades nas quais nem quero sequer pensar. As dificuldades encontradas, aliás, por todos os Espíritos missionários, são inerentes à própria missão que possuem, sabido como é que o ambiente material do mundo terreno sempre se mostrou refratário aos ensinamentos vindos do Alto. 

Isto, contudo, não representa o propósito das almas encarnadas de se oporem aos ensinamentos espirituais, mas uma consequência mesma das reações da matéria às vibrações do Espírito. Não obstante esta circunstância, todos no Alto temos podido verificar, com alegria, que a população atual da Terra evidencia a posse de certo grau de progresso moral que muito a recomenda perante o Nosso Amado Jesus.  

Por conseguinte, eu tenho o direito de acreditar que as palavras que venho escrever neste livro apenas completarão a deliberação de cada um dos meus leitores, no sentido de se voltarem sinceramente para Jesus, o Salvador de todas as almas, quando algum perigo se aproximar. 

A ligação dos vossos corações ao coração amantíssimo do Senhor, terá o mérito de, em muitos e muitos casos, nem chegardes a sentir que vos transportastes da Terra para o Céu por efeito do que possa acontecer.  

Poderá parecer a alguns filhos e filhas encarnados, que o fato de haverem sido projetadas modificações na estrutura da Terra, só servirá para transformar o viver de quantos vierem a ser atingidos por esses fatos. 

Eu vos direi que poderão estar certos os que assim pensarem, porque desconhecem totalmente o futuro da Terra, cuja construção ainda está muito longe de completar-se. Este planeta em que tendes vivido todos vós durante milênios em vossas diversas encarnações, também possui um plano de progresso e desenvolvimento material que deve prosseguir ainda pelos séculos em fora, até alcançar o grau que necessita de alcançar, a fim de proporcionar sempre melhores condições de vida às almas que aqui encarnarem durante esse longo futuro em busca de conhecimentos e experiências. 

Desta maneira vêm sendo projetadas várias transformações na estrutura da Terra, com o objetivo de tornar mais úteis várias regiões até agora inteiramente inúteis às almas encarnadas.  Todos vós conheceis inúmeras áreas nestas condições, assim deixadas por ocasião do resfriamento da superfície terrena há milênios de milênios. 

Com o crescimento, porém, da população, vão ser necessárias condições de alimentação e habitabilidade que somente com as transformações em curso podem ser adquiridas. A circunstância, pois, de terem de partir do solo terreno, almas  atualmente cheias de vida, não deve ser tida absolutamente como desgraça ou infelicidade, porque não o é realmente, meus queridos filhos e filhas.

Todas as almas que partirem com a cessação da vida do corpo, bem logo se encontrarão vivendo no plano espiritual uma vida que não encontra termo de comparação com a que viviam no corpo.  Uma só condição se requer de todos vós, filhas e filhos que muito estimo: que vos entregueis diariamente à oração ao Senhor Jesus, a fim de irdes tecendo com isso o fio salvador, por meio do qual sereis guindados à presença do Senhor. 

A oração sincera, aquela que é proferida de coração puro e elevado, constitui o mais poderoso elemento de proteção, ajuda e salvação que se possa imaginar. As vibrações emitidas pela alma que ora dessa maneira vão sendo reunidas e consolidadas no mundo espiritual, constituindo-se naquele fio salvador de que falei linhas acima. 

E como, de modo geral, o grau de progresso moral da humanidade civilizada, já comporta os esclarecimentos que estão sendo difundidos por determinação de Jesus, Nosso Mestre e Senhor, todos nós esperamos poder assistir às transformações da estrutura terrena, sem desvios nem perda de almas na imensidade do infinito por falta da necessária preparação. 

Minha vinda em Espírito ao vosso meio com o propósito de deixar em livro a minha  exortação a todos vós, filhas e filhos do meu coração, servirá para testemunhar o quanto vos amo a todos desde séculos, e por isso tanto me empenho em contribuir para o vosso esclarecimento. Há de pensar alguém, provavelmente, que uma Entidade da minha  elevação não desceria dos céus para imergir em Espírito no ambiente nebuloso da Terra, porque isso não corresponderia ao seu grau de elevação e santificação em que é tida no mundo cristão. Eu esclarecerei da melhor boa-vontade a quantos se dispuserem a apresentar um tal argumento, que todos nós Espíritos da maior elevação, o Senhor inclusive, não nos encontramos absolutamente afastados de vós que ainda trilhais os caminhos terrenos. 

Dir-vos-ei, ainda, que quanto maior for o grau de elevação espiritual de uma Entidade, maior é também o grau de seu esforço e preocupação em contribuir para o progresso de quantas se encontrarem no cumprimento de suas encarnações terrenas. O próprio Senhor Jesus, a bem dizer, jamais se afasta do ambiente terreno, onde permanece frequentemente, ora num país ora noutro, cercado de uma luminosa comitiva de assessores, com o objetivo de inspirar os homens responsáveis, sobretudo aqueles que se encontram à frente do governo dos povos. 

Se assim não fora, se o Senhor não se empenhasse tanto na contenção de certas atitudes manifestadas a cada passo ou cada dia, pelos dirigentes de frações substanciais da população terrena, podeis crer que não haveria paz nem tranquilidade em todo o orbe terrestre.  Nosso Senhor não descansa um minuto sequer neste propósito de inspirar e conter os impulsos humanos por toda a parte, e ainda assim o que é que se verifica? Existe, porventura, paz no mundo? Infelizmente não existe. 

A ambição alimentada pela inconsciência das verdades espirituais leva os homens responsáveis a se confinarem dentro do pequeno círculo de uma vida apenas, pretendendo realizar quantas vezes o que não podem ou não lhes é permitido, e com isso sacrificam-se a si e aos outros, do que bem cedo se arrependerão. 

Daí a necessidade que tem o Senhor de permanecer em estreito contato com o ambiente terreno com seus dedicados assessores, sem o que talvez já estivesse lavrando no mundo um incêndio muito difícil de apagar.  A tarefa do Senhor Jesus, entretanto, amplia-se nos dias que correm, em face da necessidade de sua presença no solo terreno com vistas aos fatos previstos.

O Senhor se desloca, bem poderei dizer diariamente da Corte Celeste para a Terra, a fim de testemunhar, dirigir e prover  o quanto se faça necessário ao atendimento e salvação das almas necessitadas. Por tudo o que acabo de expor se deduz ser o Senhor Jesus a Entidade mais ocupada de quantas vivem no Alto, e precisamente a que maiores responsabilidades acumula em face do governo deste mundo que o Pai Celestial lhe confiou. 

Imaginai, agora, que além destas responsabilidades imensuráveis, em relação à vida terrena de tantos milhões de milhões de almas que aqui vivem e para Ele apelam constantemente em sua maioria com problemas de toda a ordem, o Senhor ainda dirige e governa um número de almas desencarnadas, várias vezes superior ao das encarnadas na Terra. 

Concluireis inevitavelmente, minhas filhas e filhos queridos, que não resta um minuto sequer ao Senhor para repouso em suas tarefas. E concluireis bem acertadamente porque na realidade assim é. O maior e o mais agradável repouso do Senhor Jesus, aquele que lhe proporciona alegrias imensuráveis, consiste no recebimento das preces que lhe dirigis dos vossos corações amorosos, quando vos dispondes a orar também pelos vossos irmãos necessitados.  São as vossas orações impregnadas de sinceridade que levam o conforto, o repouso e o bem-estar ao coração do Senhor. E como são muitos, incontáveis mesmo, os corações terrenos que diariamente se comunicam com o coração amantíssimo do Senhor, isto lhe permite atender a todas as suas tarefas e retribuir com bençãos, luzes e graças, as orações que da Terra lhe dirigem as almas simples, mas ricas de fé cristã.  

Muitas coisas eu pretendo dizer-vos no decorrer deste livro, para vossa maior edificação espiritual, inclusive a respeito de mim mesma, com o desejo de esclarecer os vossos Espíritos. Dir-vos-ei igualmente das dificuldades que constantemente eu defronto para atender aos pedidos que me chegam em todos os momentos, casos que se afiguram por vezes insolúveis, mas que, com a graça do Senhor, eu vou conseguindo resolver. 

Tratando-se do primeiro livro que venho escrever na Terra nestes dois milênios, desde que tive a graça de receber o Espírito do Senhor em meu seio maternal, é natural que tenha muito o que dizer de útil e interessante para os vossos corações. Verdade é que, tendo estado reencarnada  por várias vezes, sempre gostei de usar este meio em meus trabalhos doutrinários, sempre bem recebidos por aqueles que os conheceram. 

Assim, pois, não é esta uma atividade nova para mim, filhas e filhos do meu coração. Cumprindo determinações do Senhor, muito me empenhei em minhas estadas na Terra na divulgação dos princípios espirituais, e muito consegui em verdade por meio do livro, e da imprensa. Espero portanto, oferecer-vos neste livro o máximo que me for possível de ensinamentos da maior utilidade para ajudar o vosso progresso espiritual, e, se possível, tecer um laço bem forte entre o meu e os vossos corações de filhas e filhos que muito estimo. 

Acompanhai então com a atenção do Espírito o que eu vos direi nas páginas que seguem, e firmemos desde já um propósito de nos reunirmos mais tarde no plano em que ora vivo no mundo espiritual. Deixo-vos, pois, ao terminar este primeiro capítulo, a todas as filhas e filhos meus, a bênção que o Senhor vos envia por meu intermédio, e a minha  própria que eu vos ofereço de todo o coração.