Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

14. O HÁBITO DA ORAÇÃO DIÁRIA - Livro: As Forças do Bem.



O infinito amor do Divino Mestre pelos seus irmãos terrenos tem sido ininterruptamente demonstrado durante milênios decorridos, por um sem-número de enviados a este pequeno mundo de Deus. Ele próprio aceitou o duro sacrifício de tomar um corpo de carne para pessoalmente falar aos homens e mulheres da Terra, e todos sabemos o que resultou desse sacrifício feito há precisamente dois mil anos. Não foi a palavra do Senhor recebida com a merecida atenção pelos homens de então, que preferiram até crucificar o Divino Mensageiro, tomado e julgado como impostor e revolucionário perigoso para a paz e tranqüilidade das populações da época. Sua doutrina de amor e perdão não mereceu maiores atenções dos potentados do momento, que cuidavam mais dos seus interesses de casta do que mesmo do bem-estar social dos seus semelhantes.

Como, entretanto, não há mal que sempre dure, chegou finalmente o tempo em que uma nova maneira de viver deverá surgir na Terra, a qual será em breve conhecida em todos os quadrantes, e aceita e seguida por todos os povos. A Lei do Amor e do Perdão está sendo novamente incrementada no coração dos homens e mulheres para que se constitua realmente em Luz Irradiante por toda a superfície terrena.

Grandes novidades estão para surgir no campo científico em benefício dos seres humanos, terminando algumas delas com grande parte das enfermidades que até agora têm resistido aos meios empregados na sua debelação. Com o progresso a ser alcançado igualmente no emprego de novo combustível, novos meios de transporte vão surgir para maior comodidade dos homens, tanto em terra como no mar e no ar, sendo que neste último elemento alcançará o homem a quase perfeição e maior segurança nos meios de comunicação. Já se encontram entre vós aqueles que deverão produzir esses melhoramentos, uns já cursando vossas universidades, outros ainda se preparando.

Olhai com todo o amor para essas crianças que alegram os lares terrenos e procurai cercá-las do necessário carinho, a fim de que possam desenvolver e pôr em prática, na presente existência, os conhecimentos científicos de que são possuidoras. Sobretudo é necessário que se estabeleça a maior harmonia nos lares onde existem crianças, e que seus pais ou responsáveis se incumbam de despertar nelas os melhores sentimentos de fraternidade e amor para com os semelhantes. Lares foram constituídos e outros o estão sendo por Espíritos escolhidos para darem corpos físicos aos enviados do Senhor, para desempenhar missão nobilíssima junto aos seres humanos. Uma das maiores dificuldades para a consecução deste objetivo tem sido a fortaleza moral necessária aos cônjuges terrenos, na constituição e manutenção dos lares em que tais enviados devem aparecer. Para descobri-los desde sua partida para a Terra, trabalham incansavelmente muitos milhares de Entidades a serviço do Senhor, cujo objetivo é selecionar, preparar e acompanhar aqueles a quem será concedida a graça de receberem como filhos, almas já possuidoras de grande evolução espiritual, e por isso portadoras de notáveis conhecimentos científicos para a Terra.

Um dos diversos requisitos que aos futuros pais se tem apresentado para tão nobilitante missão, é o hábito da oração diária, se possível pela manhã e à noite, com o fim de conservarem permanentemente limpo o campo mental, de influências perturbadoras incumbidas de embaraçar, com sugestões maléficas, o bom êxito dos trabalhos de Nosso Senhor. O hábito de orar deve ser considerado como o melhor meio de os encarnados obterem tudo aquilo de que possam necessitar para a sua felicidade na Terra, afastando concomitantemente vibrações que visam exclusivamente ao contrário do que lhes convém. A luta entre os agentes do bem e do mal é simplesmente terrível, meus queridos irmãos, em todos os setores da vida; e é através dessa luta que os Espíritos encarnados podem demonstrar suas inclinações. Se se tornarem acessíveis às influências perturbadoras, seguindo-lhes as más sugestões, poderão encontrar-se a cada passo galgando a margem do abismo em que caíram, para recomeçarem nova vida terrena. Se, pelo contrário, souberem repelir essas más influências, o que só se consegue por meio do hábito da oração diária, não estarão apenas vencendo testes com eles próprios, como alcançarão firme e seguramente um alto grau de paz e felicidade, que jamais permutariam por todas as riquezas da Terra. Uns e outros são constantemente observados pelos mensageiros do Senhor, que nos determina ajudar de toda maneira os que souberem resistir às tentações do mal, e procurarmos salvar aqueles que delas se tornarem vítimas. Aos primeiros tudo se lhes dará, porque muito ainda se lhes pedirá; enquanto que aos últimos se amparará para que possam recuperar-se.

Com estes esclarecimentos, irmãos meus, claro está que Nosso Senhor não abandona a nenhum dos seus governados terrenos, e tudo empreende com a finalidade de ajudá-los a vencer os obstáculos do caminho que devem percorrer. Mas, como necessita de colaboradores na Terra para o aceleramento da evolução de todo o planeta, não regateia ajuda nem recompensa àqueles que souberem resistir às forças do mal, para se constituírem novos apóstolos do bem. Desejo insistir em que Jesus não deseja fanáticos que o adorem, mas apóstolos que o ajudem na sua obra de aperfeiçoamento moral da Humanidade. Ele não reconhece mérito algum naqueles que muito se ajoelham e batem no peito o mea culpa; absolutamente. Desses nenhuma contribuição se pode esperar, porque cuidam apenas de si; ao passo que a melhor maneira de servir a Nosso Senhor é fazer algo em benefício dos semelhantes. E isto é tarefa ao alcance de todos. Um conselho, uma ajuda material que possa resultar num bem para alguém constituem meios de colaborar na grandiosa obra da evolução humana.

É mister esclarecer que o hábito da oração diária não deve ser entendido como um meio de agradar a Jesus, porque Nosso Senhor não necessita dessa oração. Esse hábito tem a finalidade precípua de o indivíduo que o pratica proteger-se a si mesmo contra as terríveis vibrações do mal, e poder construir e manter sua própria felicidade. Este esclarecimento torna-se necessário em face de certos ensinamentos desde muito divulgados na Terra, de que é preciso orar para agradar a Deus. Não, meus irmãos. Para Deus como para Nosso Senhor, é indiferente que o filho ore ou não. Desse ato nem Deus nem Jesus lucram seja o que for. O filho que ora, esse sim, é que se beneficia dos eflúvios que atrai sobre si mesmo, eliminando do seu campo magnético os miasmas, larvas mentais e outros detritos que o possam prejudicar em sua vida e felicidade. Assim, desejo repetir uma vez mais: quem ora a Deus e a Jesus, está orando para si mesmo, assim como aquele que faz a sua refeição alimenta-se a si próprio e não a Deus, que não toma conhecimento desse ato. Isto é uma verdade incontestável.

Perguntar-me-eis provavelmente: — Então aquele que ora pedindo a proteção de Deus ou de Jesus, não a recebe? Eu vos responderei que todo ser humano é constituído dos dois pólos magnéticos, positivo e negativo, suficientes para atrair tudo quanto necessite para o seu bem-estar. Quando, pois, o ser humano sente falta de algo e resolve orar para consegui-lo, ele está apenas projetando luz em seu campo mental em forma de vibrações, as quais, tal seja o fervor de sua oração, efetuarão a limpeza psíquica naquele setor, ajudando o pólo positivo a atrair o que haja motivado a oração.


Este assunto é longo e eu prosseguirei em outro capítulo de meus conselhos. Saúda-vos com efusão o vosso dedicado — Irmão Tomé.