Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

8. SUAVE MANEIRA DE AMAR O PRÓXIMO - Livro: As Forças do Bem



Sempre se disse, escreveu e pregou durante séculos e séculos de vida terrena, que o objetivo primordial do ser humano era o crescei e multiplicai-vos exarado na Bíblia. Seria este, então, o objetivo primordial da existência humana, e não outro muito mais nobre, útil e elevado, como seja o aprimoramento do Espírito? Muito errados andaram pois, aqueles que adotaram e pregaram tão esdrúxulo princípio.

Chegaram, porém, os tempos previstos há milênios para o acerto de tudo quanto estiver errado, para a colocação do homem em seu devido caminho, que é o caminho do aprimoramento constante de seus dons espirituais. Crescimento e multiplicação já produziram seus frutos no crescimento e multiplicação constante dos meios de morte e de sofrimento, e tempo é já de voltar o homem sua atenção para seu futuro além da carne, caminho que todos seguem há milênios.

Minha palavra se dirige, pois, a quantos resolverem encarar a sério seu problema espiritual do além-túmulo, e muito lucrarão por certo aqueles que dedicarem ao assunto alguns minutos diários. Devem fazê-lo de preferência no recolhimento de seus lares, após o término de sua faina diária, para que a mente esteja em condições de receptividade às poderosas vibrações que estão sendo projetadas sobre a Terra, envolvendo todos os lares, para que todos, bons e maus, possam delas beneficiar-se.

No recolhimento de seus lares, elevem homens e mulheres os seus pensamentos à Fonte Suprema de Todo o Bem, meditem durante o tempo que puderem em seus problemas diários, que são muitos, e também nos problemas relacionados com a partida a que serão chamados em dia e hora completamente imprevisíveis. Durante esses momentos de meditação, algo como uma espécie de luminosa semente se infiltrará em suas mentes, cujos frutos não tardarão a aparecer e influir de modo porém altamente benéfico nos fatos de sua vida diária. Notarão quase todos os homens e mulheres que a esta prática se dedicarem, que uma nova maneira de encarar as coisas se lhes apresenta, surpreendendo-se todos ante a facilidade com que passaram a solucionar certos problemas terrenos, até então bem difíceis de resolver. A que deverão semelhante facilidade? Exclusivamente à ampliação de sua capacidade mental, motivada pela infiltração de novas luzes espirituais em suas mentes.

Tão certo e tão seguro estou de que isto acontecerá, irmãos meus, como o estamos todos, encarnados e desencarnados, da rotação ininterrupta da Terra em redor do Sol.

Coisas admiráveis estão sendo preparadas no Alto pelos Conselhos Dirigentes deste plano de vida, cujo aparecimento entre vós muito vos surpreenderá. Luzes e mais luzes brilharão entre vós, como para demonstrar-vos a todos que a Terra não passa de uma habitação fria e temporária, como disse Nosso Senhor Jesus, havendo por conseguinte, outros planos onde sereis convidados a viver uma vida, por assim dizer, renovada em todos os sentidos.

Certo é, entretanto, que nesses planos de vida não irão os desencarnados encontrar apenas flores e néctar divino, como muitos infelizmente assim esperam. Esses planos podem ser também designados como planos de consciência; e assim sendo, fácil vos será compreender que a situação melhor ou pior em que cada um irá encontrar-se e viver, dependerá exclusivamente do estado de consciência da Entidade ou personalidade desencarnada. O julgamento espiritual nos planos a que me refiro, é procedido pelo próprio indivíduo, sendo índice de classificação a coloração, o peso e a densidade da consciência em julgamento.

Dois fatores específicos podem, entretanto — homens e mulheres que minhas palavras lerem! — classificar-se desde agora como elementos decisivos pró ou contra a vossa felicidade futura: são eles o Bem que houverdes praticado ao longo de vossa vida presente na Terra, e a obediência com que vos houverdes conduzido em relação àquela determinação do Senhor: amai ao próximo como a vós mesmos.

Sim, meus queridos; esta é a chave que abrirá todas as portas à vossa felicidade espiritual. E é tão fácil proceder assim, é tão fácil a todos os homens e mulheres amar ao próximo, que não se compreende a resistência ainda oposta por tantas mentes cultas, a tão salutar princípio evolutivo. Amar ao próximo, irmãos meus, não significa abraçar nem beijar aos vossos semelhantes, absolutamente. Bastar-vos-á adquirir o hábito de irradiar todos os dias um pensamento de amor, de bondade, de felicidade, em todas as direções, semelhantemente à onda radiofônica, mas feito isto com tal pureza de sentimento, que a onda magnética que do vosso coração se irradiar, conduza realmente vibrações de amor, bondade e felicidade para todos os vossos semelhantes, e não apenas para os vossos amigos e conhecidos.

E sabeis, acaso, o que sucede, no instante mesmo em que vossas vibrações fraternais se irradiam em ondas concêntricas, para o largo e para o alto? Simplesmente isto: vossas ondas vibratórias, fundindo-se com outras de igual teor, voltam ampliadas ao vosso coração e ao vosso Espírito, fortalecendo sobremaneira a saúde do vosso corpo e aumentando a vossa luz espiritual.

Vede, amigos meus, irmãos meus, como a Suprema Bondade retribui a mil por um todos os átomos que seus filhos projetem em benefício geral da Humanidade. Fazei isto, eu vo-lo peço ainda uma vez! Tornai-vos também, todos vós, homens e mulheres da era presente, em novos apóstolos do Senhor, irradiando pensamentos saturados de amor, bondade e felicidade para todos os vossos irmãos, e estareis na realidade amando ao próximo como a vós mesmos.


É o conselho e o pedido que aqui vos deixa o vosso dedicado — Irmão Tomé.