Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

domingo, 26 de outubro de 2014

28. QUEM ME AVISA... Livro: As Forças do Bem.





Os momentos mais felizes na vida de uma Entidade que alcançou determinado grau evolutivo, que conseguiu vencer todos os óbices peculiares à vida interplanetária, os seus momentos mais felizes são aqueles em que realiza trabalho de utilidade para os irmãos espirituais que ainda palmilham os caminhos terrenos.

Efetivamente, constitui motivo de grande alegria para os Espíritos a serviço do Senhor, a circunstância de poderem entrar em comunicação com os irmãos encarnados, para lhes transmitir conselhos, idéias e ensinamentos que possam ajudá-los a alcançar a luz espiritual que há muitos milênios buscam através de sua passagem pela carne, em diversos países e regiões da Terra. Esta alegria, ou melhor dizendo, esta felicidade que em tais momentos desfrutam, torna-se imensamente maior quando verificam que os irmãos terrenos aceitam, compreendem e põem em prática os seus conselhos e ensinamentos, pela satisfação que nos transmitem de não estarmos falando no deserto.

Minha situação presente está perfeitamente ajustada nesta Cruzada de esclarecimento, pois que verifico os resultados bastante satisfatórios que minhas palavras estão produzindo no coração da grande maioria, senão da totalidade dos meus leitores, o que vai agradar sobremaneira o coração magnânimo do Nosso Mestre e Senhor.

Em capítulos anteriores eu expus muito sucintamente uma parcela dos planos em princípio de execução no Alto, cujos efeitos não tardarão a manifestar-se na Terra. Direi agora um pouco do que certamente se verificará a seguir, visando com isto despertar em cada coração humano o desejo sincero de entrar em entendimento diário com o Divino Mestre, para que possa receber, diretamente de seu magnânimo coração, o socorro, a graça e a misericórdia que jamais serão negados a quantos os solicitarem.

Formado e desabado o temporal que se está preparando nas regiões escolhidas, temporal que pode ser entendido de várias maneiras e não apenas no sentido meteorológico, muitos serão os apelos desesperados partidos dos corações atingidos, em busca de socorro. A tradição, porém, ensina que sempre melhor será prevenir que remediar, e nisto a tradição jamais foi contestada pelos fatos. E, pois, se melhor é prevenir que remediar, este esforço que há muitos meses empreendi, por delegação daquele meigo Jesus de Nazareth, não tem outro objetivo que prevenir a todos os meus queridos irmãos da Terra, acerca do que vem por aí, para que se preparem devidamente.

Imaginai, irmãos meus, que vos tivésseis de deslocar deste para outro ponto da Terra de um momento para outro, sem o tempo necessário para pôr em ordem as vossas coisas. Dar-se-ia certamente uma grande confusão na arrumação do que é vosso, ante a necessidade de tudo resolver em pouco tempo, minutos talvez. Se, entretanto, um amigo vos dissesse com alguma antecedência que isso iria acontecer, deixaria de haver a confusão porque tudo teríeis arrumado calma e pacientemente.

Pois, meus queridos irmãos, esse amigo vosso é exatamente este que ora vos fala ao coração, desejoso de que tenhais o tempo necessário para tudo preparar. E como quem me avisa meu amigo é, aqui está um vosso amigo verdadeiro que muito deseja contribuir para a vossa felicidade e bem-estar.

Enganosa tem sido a vida terrena para quantos nela imergiram até aos dias que correm, com raríssimas exceções. Muitas e muitas encarnações têm perdido os Espíritos que aqui esqueceram seus compromissos e obrigações espirituais. Mas espero conseguir, através destes conselhos, ditados pelo meu imenso desejo de cooperar convosco, que nenhum dos meus leitores venha a padecer de arrependimento e desolação, ao transpor de regresso as fronteiras do mundo espiritual.

E aqui está o sentido exato deste meu esforço, irmãos e amigos meus: se todos quantos estas páginas compulsarem, aceitando, entendendo e praticando o que venho ensinando com todo o poder do meu Espírito, deliberarem praticar a meditação durante alguns minutos diários ao deitar, a reunião das vibrações mentais assim projetadas no éter, produzirá uma tal potência magnética, que poderá dissolver as pesadas nuvens denunciadoras do mencionado temporal, e a Terra passará tranqüilamente à categoria de mundo espiritualizado. Para muitos de meus leitores este fenômeno magnético não constitui novidade, porque já aprenderam que a vibração de muitas mentes, reunidas em qualquer sentido, tem poder mais forte do que a própria dinamite. Por conseguinte, aconselhando-vos à prática da meditação diária, eu viso a dois grandes objetivos ao mesmo tempo: desanuviar o campo magnético da Terra para evitar o temporal que se anuncia, e o desenvolvimento espiritual de cada um dos meus queridos irmãos terrenos, com o que se hão de sentir imensamente felizes, possuidores de uma bem-aventurança que jamais imaginaram existir.

Eis, amigos meus, os grandes objetivos deste vosso irmão mais velho, que abandonou por algum tempo o luminoso plano a que por seu trabalho ascendeu nos dois últimos milênios, para vir ao vosso meio com o fim de falar mais de perto ao vosso coração. Nenhum bem, nenhuma riqueza terrena podem ser comparados àquela que cada ser humano pode adquirir, dedicando alguns minutos de suas vinte e quatro horas à felicidade do Espírito. Como prova que desejo dar-vos da minha sinceridade, aqui me ofereço para conversar convosco durante o sono do vosso corpo, para que tenhais oportunidade de sentir em vosso Espírito toda a verdade que nestas páginas tenho procurado traduzir. Chamai-me no momento de vos deitardes, e tudo farei no sentido do vosso convencimento desta verdade. Experimentai, pois.

Nosso Senhor concede-me a necessária permissão para que assim vos fale, desejoso por sua vez de poder saudar-vos cordialmente a cada um, ao término de vossa presente jornada terrena. E quem, de quantos tiverem a ventura de estudar estas páginas, não desejará ser saudado por Nosso Senhor em pessoa, na mais lídima prova de Seu grande amor pelos filhos encarnados? Quem, porventura? Estou certíssimo de que absolutamente todos desejarão ser saudados.

E aqui vai uma última recomendação para encerramento deste capítulo: não apenas o Divino Jesus de Nazareth está empenhado nesta Grande Cruzada de esclarecimento dos Espíritos encarnados. Todos aqueles que passaram à História como seus apóstolos, o estão igualmente, sendo um deles este que vos fala. Mas, para maior êxito e glória da Cruzada, uma Entidade ímpar na espiritualidade, me pede para dizer aos Espíritos atualmente viventes em corpos femininos, que seu coração e seu Espírito acorrerá pressuroso ao chamado de cada um, se alguma dúvida ainda restar quanto à imensa felicidade que estas páginas pretendem traduzir para todos. Maria, Mãe de Jesus, não cessa de orar por todas as filhas da Terra na hora presente, para que seus Espíritos possam aceitar e pôr em prática estes conselhos. Quem dúvidas porventura alimentar, ou dificuldade sentir em os assimilar, apele para Ela, para Maria Santíssima, a Mãe Excelsa do Senhor, e todas as dúvidas serão dissipadas. Fazei isto, irmãs queridas, dirigi-vos a Ela, a Mãe Puríssima, e forças recebereis até para conduzir o vosso pequeno rebanho.

É o que sinceramente vos pede este amigo verdadeiro, que é o vosso — Irmão Tomé.