Passa já da hora o vosso despertar espiritual . . . Saiba que a tua verdadeira pátria é no mundo espiritual . . . Teu objetivo aqui é adquirir luzes e bênçãos para que possas iluminar teus caminhos quando deixares esta dimensão, ascender e não ficar em trevas neste mundo de ilusão . . .   Muita Paz Saúde Luz e Amor . . . meu irmão . . . minha irmã

quarta-feira, 3 de abril de 2013

47ª mensagem de ensinos espirituais - Livro: Nova Ordem de Jesus





Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 21-11-1970
Rio de Janeiro – Brasil

OS ACONTECIMENTOS DO PAQUISTÃO – NADA ACONTECE POR ACASO NO UNIVERSO – PENSAMENTOS DE SOLIDARIEDADE E DE PRECE – EQUIPES ESPIRITUAIS EM VARIADAS MISSÕES – O QUE TEM DE ACONTECER FOI DE HÁ MUITO PREVISTO

O MUNDO TERRENO TOMOU conhecimento do início das operações telúricas de há muito planificadas.* Aquilo que denominais de tragédia ocorrida nas regiões orientais, representa o início de outras ocorrências que hão de verificar-se naquela e em outras regiões, no desdobramento do programa de transformação da estrutura terrena. O fato que profundamente impressiona os corações e naturalmente a partida em massa de muitos milhares de almas em conseqüência dos acontecimentos, despertando na população terrena o espírito de solidariedade que muito enobrece as almas encarnadas. 

O Senhor deseja então repetir a Sua declaração de que todas as almas desencarnadas em conseqüência dos acontecimentos verificados naquela ocasião, foram atendidas carinhosamente pelas numerosas equipes socorristas ali previamente estacionadas, e em seguida conduzidas e confortavelmente acomodadas no mundo espiritual. No plano ao qual foram conduzidas as almas desencarnadas, todas elas puderam verificar que sua partida da Terra ocorreu precisamente da maneira estabelecida na carta-de-vida de cada uma.

Já vos foi dito que nada acontece por acaso no Universo, visto como toda a vida universal se processa nas circunstâncias preestabelecidas com grande antecedência. Os fatos, portanto, chegados ao conhecimento de todos os povos do mundo, deverão servir inclusive para radicar na mente de todas as pessoas a necessidade de que se encontrem preparadas para deixar a Terra
a qualquer momento, para regressarem ao seu plano de vida espiritual.

Estariam todas aquelas almas recém-desencarnadas, devidamente preparadas para a sua viagem de regresso? O Senhor Jesus responde Ele próprio a esta pergunta informando que, infelizmente para um grande número, não estavam devidamente preparadas. O hábito da oração diária a Divindade, se bem que adotado em várias regiões do Oriente, não chega a abranger toda a população dessas regiões por motivo da deficiência dos ensinamentos e práticas religiosas ali existentes. Contudo tem sido verificado
através dos fatos agora ocorridos que a fé existe em quase todos os corações, em grande parte devido ao adiantamento espiritual alcançado em passadas existências. 

Esta circunstância em muito está contribuindo para o recolhimento e pronto atendimento das equipes socorristas que de há muito se encontram em serviço na região atingida pelos acontecimentos.

Observem, pois, atentamente os leitores destas Mensagens do Senhor, o quanto poderão ser beneficiados em circunstâncias semelhantes, se possuírem em seus corações a crença e a fé na Divindade, cujo valor não é possível descrever. Por isto a recomendação do Senhor Jesus a toda a população encarnada, para que adote sem mais tardança o hábito de se dirigir diariamente à Divindade por meio da oração e meditação diárias, para que a Divindade saiba que existe e onde se encontra a alma que ora.

Isto é muito mais útil e necessário do que podereis imaginar, e só poderá ser comprovado pelas almas ao se encontrarem nas circunstâncias em que ocorreram os acontecimentos que tanta impressão causaram no mundo todo. As pessoas que estabeleceram o hábito da oração diária à Divindade podem estar tranqüilas quanto ao que possa acontecer-lhes.

Se em sua carta-de-vida constar uma partida inesperada da Terra, podem contar com o socorro e recolhimento atento por parte das equipes socorristas da sua região. Que não subestimem os leitores estas palavras do Senhor Jesus, porque fazem parte dos objetivos fundamentais da descida do Senhor ao solo terreno.

Ora bem; isto posto, tratará o Senhor Jesus de outro assunto da maior importância para todas as almas encarnadas, que é o que diz respeito ao comportamento das pessoas ante a notícia de fatos como aqueles registrados nas regiões do Oriente. É da maior conveniência para todas as pessoas elevarem o pensamento à Divindade, um pensamento de solidariedade humana e de prece em favor das almas vitimadas.

A reunião destes pensamentos formará uma poderosa onda vibratória de socorro e atendimento espiritual à todas as almas envolvidas por aquele tipo de acontecimentos, levando-lhes momentos de calma e tranqüilidade em meio ao sofrimento motivado pelos acontecimentos. Ajudando desta maneira as almas vitimadas; as pessoas que assim procederem estarão preparando também para si próprias uma situação de calma e tranqüilidade em ocorrências semelhantes.

O Senhor Jesus deseja informar aos leitores destas Mensagens que Ele próprio esteve presente nos acontecimentos verificados no Oriente, dirigindo no plano superior os serviços de socorro e atendimento que se fizeram necessários.

Duas foram as regiões convulsionadas, como sabeis; mas para o Senhor foi apenas um acontecimento desdobrado, abrangendo alguns milhões de almas encarnadas, todas necessitadas de atendimento carinhoso e recolhimento aos respectivos planos do mundo espiritual.

Há agora que confortar as almas que ficaram na Terra, parentes e amigos daquelas que partiram, o que bem difícil se torna por motivos óbvios. O maior trabalho foi feito durante o sono do corpo, explicando-se e confortando-se as almas remanescentes da melhor maneira possível, de modo a restabelecer-lhes também a tranqüilidade de que necessitam para continuar a viver. 

Est trabalho está a cargo de outras equipes espirituais que se aproximam das almas encarnadas ao deitar e as conduzem a determinado plano espiritual, onde grandemente se empenham em confortá-las e ministrar-lhes elementos de resistência para que possam continuar a sua vivência terrena. 

É este um trabalho de grande abnegação e eficiência, sem o qual muitas almas viriam a fracassar ante a dor causada pela tragédia em que se viram envolvidas e alguns parentes perderam. Reanimadas, porém, ao contato com
as equipes especializadas, as almas encarnadas vão recuperando a resistência e o alento perdido, tão necessário para que possam continuar a viver a sua existência atual. 

Para que mais eficiente possa tornar-se o trabalho das equipes especializadas do mundo espiritual, é que o Senhor Jesus recomenda e solicita a todos os leitores destas Mensagens a sua cooperação mental dirigindo à Divindade pensamentos de ajuda a todas as almas atingidas pelos
acontecimentos. Por insignificante que este tipo de ajuda possa parecer, ela se avoluma e engrandece através da reunião com milhares ou milhões de outros emitidos por toda a parte, tornando-se por fim um poderoso conjunto vibratório da maior eficiência no socorro e ajuda a todas as almas recém-desencarnadas.

Para concluir a presente Mensagem deseja o Senhor Jesus pedir a atenção dos leitores para o que vem sendo anunciado, para que reúnam à sua prece diária à Divindade um pensamento de proteção na eventualidade de vir a ser atingida a região em que residem.

Este pensamento de proteção terá o mérito de preparar circunstâncias favoráveis para as almas que oram, preservando-as possivelmente de serem envolvidas pelos fatos. É, pois, da maior conveniência que assim procedam todos os leitores e adeptos do Senhor Jesus, e bem farão se levarem esta recomendação ao conhecimento de parentes e amigos para que a ponham em prática por sua vez. É além do mais uma inteligente medida de precaução em seu próprio benefício, cuja comprovação terão oportunidade de verificar a seu tempo se os fatos ocorrerem à sua volta.

Poderá perguntar algum leitor, se esta precaução poderá evitar o seu perecimento em face de grave ocorrência motivada pelos acontecimentos em curso. À esta pergunta imaginária responde o Senhor Jesus que o que tiver de ocorrer está de há muito previsto, inclusive a desencarnação das almas que vierem a ser atingidas.

Acrescenta, porém, o Senhor, que a emissão da prece e do pensamento de proteção tem o mérito de construir uma aura de proteção em torno das almas, da qual pode resultar atravessar indene os acontecimentos em que muitas outras pessoas tenham perecido. 

É portanto aconselhável que assim proceda quem desejar preservar-se, nada perdendo ou despendendo do seu patrimônio em fazê-lo. Até hoje nenhuma alma se arrependeu de ter orado fervorosamente à Divindade, seja por que motivo for, porque, na hipótese prevista de ter de passar por alguma espécie de sofrimento exarado em sua carta-de-vida, terá constatado com alegria que suas preces fervorosas à Divindade conseguiram reduzi-lo ao grau mínimo possível.

Estas palavras de informação do Senhor às almas encarnadas, tem a finalidade de implantar no âmago de todas elas a idéia fundamental de todo o progresso evolutivo dos seres humanos, solidariamente firmado no princípio da oração à Divindade. Não é que a Divindade necessite para Seu uso ou gozo, das orações proferidas pelos seres humanos. Absolutamente, estimados leitores; a Divindade empenha-se em recomendar o hábito da oração a todas as almas, pelo grande benefício dela decorrente para si próprias, já que cada palavra pronunciada em tom de prece é logo transformada em luz para a alma que ora, iluminando-a perante o Criador.

Nada acontece por acaso no Universo.

A emissão da prece e do pensamento de proteção tem o mérito de construir
uma aura de proteção em torno das almas.

A reunião de pensamentos forma uma poderosa ONDA VIBRATÓRIA de socorro e atendimento espiritual às almas atingidas pelas catástrofes.

O Senhor Jesus conta com a sua cooperação mental dirigindo à Divindade pensamentos de ajuda a todos atingidos pelos acontecimentos telúricos.

* O maremoto do Paquistão e o ciclone de Manilla.